O que você precisa saber antes de abrir empresa

abrir empresa

Está desejando abrir empresa? Está em busca do próprio negócio? Este conteúdo é para você!

Uma ideia genial, boa quantidade de dinheiro para começar, ótima localização, uma equipe de super heróis, clientes que nunca reclamam, produtos bem aceitos, vendas a todo vapor, poucas horas de dedicação por semana, rentabilidade lucrativa.

Parece coisa de livro, não é?

Pois é, empresa assim só no universo da fantasia.

No mundo real, o sonho de abrir empresa perfeita inspira ou perturba a vida de muita gente. Bem, você já deve ter ouvido que “onde não há sonho, não há vida”, e que “a morte de um homem começa quando ele desiste de aprender”.

Pois é… o direito de sonhar realmente não pode ser tirado de ninguém. No entanto, cada pessoa precisa saber que a realidade existe, com “regras e padrões estabelecidos” para viver e trabalhar. Na maioria das vezes, a coisa é mais dolorida do que se pensa.

Quando o papo é abrir empresa então, desde a fase inicial, que é quando a ideia surge e o nicho começa a ser explorado, até a fase de validação e venda, surgem inúmeras dificuldades. No que diz respeito ao capital humano, muitos outros desafios aparecem.

Todas essas coisas afastam o negócio do estereótipo perfeito. Mas calma, nem tudo está perdido…

Continue lendo este artigo e descubra como abrir empresa pode não ser tão difícil quanto parece, se você souber se planejar e construir pilares fortes que apontam para perfeição!

Mas por que abrir empresa é tão complicado?

Pessoas são complicadas!

Pessoas dificultam situações, invertem processos, não cumprem corretamente seus papeis e reclamam o tempo todo. Os responsáveis pelo negócio acabam falando muito da equipe, de time, mas a verdade é que a coisa descamba porque para eles tudo é imperfeito.

Se é uma dureza ler e pensar nisso, imagine viver!

Mas por que estou falando dessas coisas aqui? Primeiro porque dentro daquilo que acreditamos, do nosso propósito, não vendemos ilusão. Encaramos a realidade!

As pessoas não são perfeitas. Existe muita dificuldade com sistemas, possibilidade de falha em diversos aspectos, enfim, poderíamos citar tantos outros pontos que nos faltaria espaço para falar.

Enquanto preparava este artigo, me deparei com um conteúdo interessante que dizia: Enquanto existir a ideia arrogante de “eu sou”, e não a humilde de “nós somos”, nenhuma empresa conseguirá uma gestão perfeita. Pura verdade!

Ok, na cabeça de alguns, pode ainda sim, surgir a figura de uma empresa perfeita a nível de processos. Mas nem assim se consegue cuidar de que tudo seja minuciosamente a prova de falhas. Simplesmente porque quem cria e administra os processos são pessoas.

Chegamos então ao…

O Negócio Relevante

Muito bem, já entendemos que não vai rolar uma empresa “Super Mega Ultra Power”, que deixaria o Steve Jobs de queixo caído. Então, pare de buscar a utopia de um sistema sem falhas, e entenda que um negócio relevante aponta para a perfeição, mesmo não sendo perfeita.

E é aqui que a coisa começa a ficar boa.

Esta é a grande sacada desse artigo!

Tenho uma proposta interessante para você evitar decepções na hora de abrir empresa. Uma definição clara e contextualizada do que será a organização de sua empresa, pode ajudar a separar a ilusão do sonho possível de um negócio:

“É preciso ficar claro, quais são as razões principais de uma empresa existir. Lucros, mais chance de liberdade, poder ajudar pessoas, tudo isso deve surgir a partir da geração de valor entregue em produtos ou serviços”.

O negócio relevante é o que você deve buscar…

Não é contradição, é filosofia!

Mas o que seria então uma empresa relevante?

O negócio relevante é um negócio que possui abrangência e escala.

O que faz um modelo de negócios alcançar relevância é o poder de replicação, escala e abrangência que ele possui. Também  é cumprir seu objetivos com a geração de valor e resolução de problemas reais.

É com esse pensamento que se trilha o caminho para tornar um novo empreendimento bem sucedido. Aqui já encaixo o contexto no qual a Mentalidade Empreendedora está inserida: o empreendedorismo digital.

A internet e todas as ferramentas integradas a ela, são as principais responsáveis pela fonte de renda de muitas pessoas atualmente. A coisa funciona. Afinal, na web não existem barreiras geográficas e o negócio pode atender pessoas no mundo todo.

Por esse e outros motivos, o ambiente digital tem sido tão procurado atualmente. Neste cenário, o interessado trabalha o quanto e quando quiser, sendo responsável pelo crescimento e lucro. Na internet a coisa pode ser altamente relevante, funcional e lucrativa.

Vou te apresentar 4 pilares de um negócio relevante. Com eles você consegue se preparar melhor para abrir empresa e acelerar rumo ao êxito, lembre-se um negócio que aponta para perfeição.

Os 4 pilares de um negócio relevante para você considerar antes de abrir empresa

Antes de entrar nas dicas, preciso dizer que buscar a perfeição não é ruim. Pelo contrário, a busca pode ser altamente benéfica na hora de abrir empresa. Tudo flui melhor também quando você entende que os erros são caminhos para o crescimento. Reflita na frase:

Um erro é a coisa mais valiosa que se pode fazer. Não se aprende nada sendo perfeito. – Adam Osborne, criador do primeiro computador pessoal portátil em 1981

Estando isso bem resolvido, cabe a você primeiro compreender que suas próprias habilidades e conhecimentos ajudam a construir algo de valor em seu negócio.

Com base em minha própria experiência, relevo o que tenho promovido através da Mentalidade Empreendedora e do Método Acelerador Digital. São 4 características essenciais para a implementação de um negócio relevante:

#1. Soluciona um problema real

A palavra real já tem um sentido profundo, não é mesmo? Para ficar mais claro, você pode pensar em áreas importantes da vida como: nascimento, morte, trabalho, educação, saúde, consumo, sexo, lazer, etc. E também nos problemas relacionados a eles. Como seu negócio ajuda realmente ajuda as pessoas nesses sentidos?

Levar educação àqueles que não têm acesso, bons produtos a quem não tem saúde, que aumentam o tempo de vida de uma pessoa… Pense em quantos modelos de fato conseguiram mudar a realidade do mundo de forma significativa e terá uma percepção melhor do que é solucionar um problema real.

#2. Constrói valor

É um pouco difícil conceituar o termo “construção de valor”. Podemos considerar que é promover a mudança na vida das pessoas e mudanças significativas no mercado onde você escolheu atuar. Construção de valor está relacionada a ampliação do valor de mercado.

Se seu negócio não fizer isso, sinto lhe dizer que ele não deve ser muito relevante. A forma como as pessoas falam de sua marca e reagem ao uso dos seus produtos falam muito sobre a construção de valor. A coisa precisa ser verdadeira.

Para conseguir isso, é preciso ter valores fortes e bem resolvidos. Os valores de uma empresa devem exprimir relação entre as necessidades do indivíduo e a capacidade dos produtos, objetos ou serviços, em as satisfazê-las. É importante que tudo esteja alinhado com sua missão.

#3. Pode ser lucrativo

Pensei seriamente em dizer: deve ser lucrativo, mas não queria que fosse entendido erradamente. Dependendo do seu modelo de negócio, ele pode gerar mais ou menos lucro, o que deve convergir com sua missão.  Sabia que Uber, Wikipédia, Instagram não são lucrativos? A missão e a entrega de valor foram postas em foco.

Essas empresas são exceção, mas as coisas foram planejadas para serem exatamente assim. Mas, fique ciente de que relevância é retorno, e retorno também é lucro. Ficar trocando dinheiro a vida toda, dependendo do caso, não rola. Abrir empresa para falir também não é uma ótima ideia. Então, planeje seu lucro.

#4. É escalável e replicável

Escalável – Um negócio escalável é o que consegue minimizar a dependência dos funcionários. Isso permite que a empresa cresça de forma mais acelerada, aumentando, ao mesmo tempo, sua margem.

As receitas devem crescer mais do que as despesas. No ambiente digital, a automação, ou seja, os processos automáticos, tornam a escalabilidade mais fácil. Pense nisso na hora de abrir empresa.

Replicável – O termo é autoexplicativo: um negócio que se reproduz. As franquias são ótimos exemplos. Foi com esse padrão que o marketing de rede foi, por anos, um dos sistemas de negócios mais lucrativos.

Trazendo para o contexto online, o marketing de afiliados permite bastante relevância para uma empresa. Em suma, quando seu modelo de negócios pode ser “repetível”, estará caminhando rumo ao sucesso.

Então, se você chegou até aqui é porque está realmente interessado em fazer as coisas certas na hora de abrir empresa e ter uma vida melhor como empreendedor.

Você pode começar baixando o guia do empreendedorismo digital e aprender mais sobre as possibilidades de abrir empresas lucrativas!

Baixar o Guia do Empreendedorismo Digital!