O Amor a Sexta-Feira é Sinal de Um Grande Problema

sexta-feira

Odiar a segunda e amar a sexta, ou amar a segunda e odiar a sexta?  Qual o motivo dessa pergunta? De que se trata este artigo?

Se você é daqueles que esperam ansiosamente para que a sexta-feira chegue logo, seu nariz pode torcer com este texto. Sim, porque você pode não ter se dado conta ainda, mas o motivo de querer tanto que a sexta chegue é causado, provavelmente, pela insatisfação profissional.

Você pode rebater: espero ansiosamente a sexta-feira, porque nela começa o fim de semana, e eu posso rever os amigos, sair para tomar uma cerveja e me livrar de toda aquela burocracia do escritório. Tudo bem, nada contra seu momento de lazer, é um direito seu. Afinal, você pode relaxar depois de uma semana atordoada de serviço.

Mas o ponto central deste artigo não é este. Nossa intenção aqui é fazer você refletir que a essência do seu amor a um dia específico da semana pode ser mais sério do que você pensa. Sabemos que existem pessoas que são totalmente realizadas profissionalmente e que gostam do fim de semana.

Mas a maioria “empurra” os processos com a barriga e torcem para a chegada dele porque ainda não se encontrou na profissão. Estes estão inseridos no padrão pré-fabricado de ter um emprego fixo que garante um salário mínimo no fim do mês para pagar as contas.

Se é daqueles que só ralam pelo salário do fim do mês, talvez seu refúgio seja mesmo a diversão na sexta-feira, apenas. Mas se sente profundamente incomodado e quer mudar de vida, mas ainda não sabe o que fazer, essa leitura vai te ajudar.

O Trabalho Com Base no Senso Comum…

Você já se perguntou por que trabalha? As respostas são diversas: Trabalho para me manter, pagar contas, alimentar meus desejos e necessidades e etc. Já que temos que trabalhar por tudo isso, porque não optar por uma profissão que nos faça feliz e nos ofereça mais? Ah, mas isso não é impossível de conseguir… Mentira!

Quem te falou que isso não existe, te enganou. Poder ser difícil, mas impossível, nunca!

Todos nós temos nossas aptidões, gostos e facilidades. Já pensou se todo trabalho fosse baseado nesses quesitos? Se todos trabalhassem com aquilo que gostam, que amam e que são apaixonados, o mundo seria muito melhor, concorda?

A preguiça diminuiria, a burocracia excessiva sumiria, o mau atendimento cairia em desuso e o dinheiro seria muito mais digno. O salário seria uma consequência feliz e acordar pela manhã, uma alegria eterna de todos os dias.

E a sexta-feira?

Bem, a sexta feira seria apenas mais um dia alegre que precede o sábado, domingo e a segunda. É, na verdade a segunda seria mais amada. Seria o start de mais uma semana de sucesso. Ou quem sabe, todo dia seria dia de trabalho e diversão ao mesmo tempo.

Como colocar isso em prática? Você pode ainda pode questionar.

Se você trabalha com aquilo que ama, seu trabalho pode parecer como diversão todos os dias. Afinal, há prazer envolvido. Uma frase que promove esse conceito foi dita por Confúcio há centenas de anos:

Trabalhe com o que ama, e não terá que trabalhar nem um dia em sua vida.

Então…

Se você sente que o sucesso ainda pode chegar, mas acredita que não em seu atual emprego, mude. Mude de hábitos, de rotina, profissão e se quiser até de cidade, mas não continue infeliz nesse posto. Analise suas habilidades, suas preferências e busque gostar do que faz. Já pensou em empreender?

Se você leu até aqui e acha eu isso não passa de um texto de autoajuda, fazemos questão de provar para você isso é possível. Nós da Mentalidade Empreendedora vivemos e pregamos a liberdade profissional. Trabalhamos em prol de uma missão, um propósito de vida. E sabe o que é melhor? Não nos contentamos em apenas viver e desfrutar desse pensamento.

Queremos que o maior número de pessoas consiga exatamente o mesmo que nós: trabalhar com amor e amar todos os dias em que tiver que trabalhar. Quem é inconformado com o sistema convencional, precisa não apenas sair da zona de tristeza, mas exercer liderança e criar processos perfeitos de trabalho, promovendo lucro, gerando oportunidades e ajudando pessoas.

Trabalhar com o que você gosta tem inúmeras vantagens, entre elas, duas:

Você se livra da “dominguite”, aquela aflição que surge no domingo à noite por ter que trabalhar no dia seguinte.

Você se livra da ansiedade pela sexta-feira, aquele sentimento frenético que você tem ao perceber que a semana de trabalho está acabando.

11745674_941223949274089_2752305356832837833_n

Todas essas pessoas tiveram a escolha de continuarem dentro do padrão “amo a sexta-feira”, mas escolheram viver com um propósito maior para suas vidas. Elas fazem parte de uma comunidade mundial de jovens inconformados com o sistema de trabalho tradicional, e por isso estão constantemente criando, validando e executando ideias que realmente fazem a diferença no mundo.

Essa é nossa vibe empreendedora que permite que vivamos com mais inteligência, nos levando a conseguir o que chamamos de ‘triângulo das liberdades’: Liberdade geográfica (trabalhar de onde estiver), Liberdade de tempo (trabalhar quando e enquanto for necessário) e Liberdade Financeira (tendo o dinheiro que desejamos para construir e cumprir com nossa missão). São esses os elementos que formam o que seria uma vida excelente para a vida de alguns.

E quer saber de uma coisa? Nós amamos a sexta-feira também, mas também amamos o sábado, o domingo, a segunda, a terça, a quarta e a quinta. Enfim, os 7 dias da semana, os 30 dias no mês e os 365 dias do ano. Todos os dias são iguais para nós. Em todas as manhãs, enxergamos uma nova oportunidade de mudar a vida de outras pessoas, e, consequentemente, a de nós mesmos.

Se você chegou até aqui, parabéns, pois agora, faremos um convite especial para você.

Se você quer mais do que passar a semana toda esperando a sexta-feira chegar, não se conforma em levar uma vida normal e quer fazer parte da comunidade de empreendedores que estão mudando o mundo, se inscreva nesse link abaixo:

Série de aulas práticas e estudos de caso para lhe ajudar a criar e acelerar o seu negócio pela internet!

Se você é um inconformado com o sistema vigente, quer superar a crise nacional e busca a liberdade de um negócio de sucesso, seja bem vindo. Desenvolva sua visão e reconheça oportunidades de negócios, crie coragem para assumir riscos e adquira competência para fazer acontecer.

Nos vemos por lá!

  • Paulo

    Olá, DefendaSeuDinhiero! O importante é que você tem seguido as oportunidades em paralelo!