E se você descobrisse como vender mais usando um plano de recorrência? (Conteúdo indispensável)

Você com certeza quer saber como vender mais. Afinal, você quer lucro para o seu negócio, certo?

Já imaginou manter um mesmo cliente pagando por um produto ou serviço, e com isso diminuir a preocupação de correr desesperadamente atrás de novos clientes?

Pois saiba que isso é possível, com planos de recorrência. Aliás, empresas milionárias estão aplicando esses modelos de negócio para vender mais, e você também pode fazer isso.

Mas se você acredita que esse trabalho será fácil, está enganado.

Na realidade, você precisará de maior dedicação como produtor, mas posso garantir que os resultados são muito recompensadores.

Os modelos de recorrência podem proporcionar grandes vantagens, sendo os maiores deles a previsibilidade de receita, a escalabilidade de vendas e maior lucratividade na operação.

Por conta da facilidade de iniciar um trabalho na internet, várias pessoas passaram a criar seus respectivos conteúdos com a finalidade de iniciar um negócio online.

Dessa forma, é natural que a concorrência cresca a cada dia.

Por outro lado, é comum encontrarmos produtores que acabam subestimando o trabalho.

Com a falsa crença de “ganhar dinheiro dormindo”, eles veem o trabalho na Internet com pouca responsabilidade, resultando muitas vezes em materiais de baixa qualidade. E consequentemente, baixas vendas.

Caso você esteja nessa situação, saiba que é possível reverter os resultados.

Mas qual a melhor forma de resolver a questão?

Para aumentar o número de vendas, você pode adotar o modelo de consumo recorrente

O método tem como princípio criar modelos de assinaturas, onde o cliente deve pagar um valor mensal para receber, de forma recorrente, os produtos ou serviços oferecidos.

De acordo com a consultoria Gartner, famosa por mostrar as tendências do mercado, até 2020, 80% das companhias passem a adotar a venda recorrente como modelo de negócio.

Você que busca uma forma de como vender, precisa ler os próximos parágrafos com atenção.

Ao terminar de ler este artigo, você saberá como vender mais, fidelizar mais clientes e garantir uma receita previsível a cada mês.

Para começar, entenda…

Veja como vender mais

Como vender mais com um plano de assinaturas

Como já dizia Kotler, o processo para conquistar um novo cliente chega a custar entre 5 a 7 vezes mais caro que manter um atual.

Sabemos o quão trabalhoso e caro é chamar a atenção de um novo público, certo?

Por esse motivo, o modelo de assinaturas tem chamado a atenção das empresas. Como o cliente já passou por uma experiência de consumo com você, é natural que ele tenha menos resistência em comprar novamente da sua empresa.

Dessa forma, ao entregar valor e produtos de qualidade, os clientes comprometidos rapidamente perceberão o quanto o serviço transformou as suas vidas.

Isso é suficiente para que ele se torne um verdadeiro fã e defensor da sua marca.

Como obteve resultados satisfatórios consumindo com a sua marca, ele fará questão de pagar a você a mensalidade.

É esse conceito que empresas como a Netflix utilizam em seu modelo de negócios.

Aplicando um plano de recorrência no seu negócio, você passa a contar com diversos benefícios, como vender mais das suas ofertas, por exemplo.

Acabe com a cobrança por boletos

Sabemos o quanto a conversão de boletos é um grande desafio para nós empreendedores digitais, correto?

E como vender mais implica em receber mais pedidos, uma hora você precisa automatizar isso para atender vendas em escala.

O modelo recorrente permite que você automatize o processo de pagamento, eliminando a preocupação de cobranças não realizadas.

Só por esse motivo já valeria a pena mudar os planos, não acha? Mas calma que mostraremos mais!

Redução das objeções mais comuns

Sabe aquela boa sensação de poder gastar mais quando vemos um crédito disponível? O valor livre no limite se torna uma verdadeira armadilha para os gastadores compulsivos.

Saiba que boa parte das objeções feitas pelos usuários vêm justamente dessa causa.

Afinal, é comum escutarmos as famosas desculpas: “este mês a conta apertou e por isso não pude comprar” ou “o limite do cartão estourou ”.

Porém, com o modelo de assinatura, o problema se torna menor, já que o usuário precisará reservar todo mês um valor para continuar a consumir os seus produtos.

Redução do número de chargebacks

Não adianta saber como vender mais se tiver muito chargebacks.

Quando um cliente adquire um produto, seja físico ou digital, pode acontecer dele pedir o reembolso em poucos dias.

Esse problema é comum quando o produto ou serviço não corresponde às nossas expectativas. Mas como a venda recorrente pode ajudar nesse sentido?

Como o produtor deve enviar o seu produto a cada mês, você poderá aproveitar o primeiro contato com o cliente para adquirir informações preciosas para personalizar a experiência de consumo dele.

Você pode perguntar o que ele espera do produto, quais as suas expectativas e quais resultados pretende alcançar ao longo do uso do modelo de assinatura.

Por exemplo, caso você dê aulas de inglês pela internet, poderá traçar um caminho básico para que o aluno consuma as lições durante os meses.

Mas ao coletar o feedback de cada sessão, pode ocorrer da pessoa tirar algumas ideias que possam complementar a aula seguinte.

Dessa forma o conteúdo passa a ser personalizado para o usuário, o qual, automaticamente, fará questão de acompanhar todo o trajeto do curso.

Ao manter maior contato, a pessoa se sentirá guiada e assessorada. Diferente dos tradicionais cursos online, onde as aulas seguem rigidamente um roteiro, é natural que o aluno se desinteresse com o passar do tempo e assim, peça o reembolso depois de alguns dias.

O produtor que deseja se diferenciar no mercado digital deve buscar um conteúdo personalizado para cada usuário. Além disso, o acompanhamento permite que ele tenha resultados mais rápidos e fique satisfeito com o produto.

Receita previsível, fluxo de caixa organizado

O trabalho como vendedor pode ser desgastante, e isso pode levar a falta eficiência com o tempo. E nesse ponto, fica difícil encontrar formas de como vender mais.

Afinal, é preciso muita resistência e resiliência para aguentar os vários “nãos” recebidos até finalmente receber um “sim”. Mas como manter o controle disso?

Para medir a eficiência da atividade de vendas, normalmente utilizamos as metas a serem batidas.

O problema é que ao batermos o resultado esperado do mês, uma nova guerra se inicia no período seguinte.

Dessa forma, o controle de quanto a empresa receberá naquele período fica bastante instável. Não há previsão de quantos clientes comprarão certo produto ou serviço novamente.

Pense assim: imagine que a sua meta seja vender o seu curso online de inglês para 10 alunos a cada semana. Seguindo esse estilo, o produtor precisará recorrer a outras formas de monetizar, caso não atinja o número estipulado.

Já o modelo recorrente, a empresa passa a contar com um número fixo de vendas feitas para o mês seguinte.

Isso ocorre porque as mensalidades são automaticamente renovadas a cada mês, caso não haja desistência do assinante.

Dessa forma, caso você tenha a meta de 30 vendas a cada mês, e já tenha conquistado 30 alunos em seu clube de assinatura, automaticamente terá batido a meta pelos próximos meses, caso ninguém desista na assinatura.

Assim, mesmo que você não faça uma nova venda, poderá contar com o apoio financeiro do aluno matriculado, diminuindo os riscos financeiros da sua empresa. E caso consiga mais contratos, o valor contará como um bônus, aumentando a sua margem de lucro.

Como vender mais em qualquer segmento com planos de recorrência

Essa é uma dúvida frequente dos empreendedores que procuram uma nova estratégia para implementar no modelo de negócios.

Para você ter uma ideia, a estratégia é utilizada a muito tempo e evoluiu com o surgimento de novas tecnologias.

Você deve se lembrar alguns modelos de assinaturas, como:

  • revistas;
  • quadrinhos;
  • Tv à cabo;
  • cursos de idiomas/escolas/faculdades;

Com a popularização da internet, o mesmo modelo se adaptou à nova realidade, permitindo que outros segmentos de mercado adotem planos de recorrência.

Inclusive, já existem alguns clubes de assinatura muito inusitados, como::

  • cervejas/vinhos;
  • cosméticos;
  • softwares;
  • serviços de streaming;
  • cursos online;
  • produtos para público geek;
  • jogos online;

Como vimos acima, os modelos de assinaturas podem ser utilizados em diferentes segmentos.

Para isso basta oferecer produtos e conteúdos de valor, de maneira personalizada para que gere o interesse do cliente em acompanhar o seu serviço.

Agora que sabemos os motivos para aplicar a ideia, saiba o que é preciso para conquistar os clientes assinantes!

Como vender mais de forma descomplicada

Descomplique a venda

Um problema comum presente em lojas online é a burocracia para realizar uma compra.

Sabemos que é necessário coletar alguns dados essenciais para cadastro, principalmente quando a compra é feita pela primeira vez.

Porém, em nem todos os casos há a necessidade de ter todos os dados do cliente.

Por exemplo, caso ofereça um curso online, não há motivos para solicitar o endereço físico do aluno.

Para facilitar a cobrança mensal dos assinantes, você pode contar com plataformas como a PagSeguro ou a Monetizze. Nelas é possível gerar uma cobrança automática todos os meses para o usuário.

Dessa forma, ele não precisará preencher longos formulários para cada mensalidade a ser paga.

Ofereça um produto promissor

Como dissemos no artigo, a facilidade de criar conteúdos na internet permitiu que qualquer pessoa inicie um curso do zero.

Mas qual a qualidade deles? Será que conseguirão entregar o que foi prometido? Qual é a inovação que ele trás, ou qual é o seu grande diferencial?

Quando somos pouco conhecidos, é natural que as pessoas tenham receio de comprar algo de você.

Além dos já conhecidos golpes para roubar dados, ainda contamos com concorrentes com pouca capacidade em entregar o que foi prometido.

Por outro lado, oferecer um conteúdo customizado, feito de forma apropriada para a pessoa, se torna um diferencial.

A possibilidade de ter um mentor permite que a pessoa se desenvolva rapidamente e vire referência no mercado.

Mas lembre-se de cumprir tudo o que prometeu, afinal, a ideia principal é manter um relacionamento próximo e duradouro com o cliente, certo?

Saiba por onde começar seu plano de recorrência

Que o desenvolvimento de um plano recorrente é compensador, não tenha dúvidas!

As facilidades em contar com clientes todos os meses permitem que você se preocupe menos em bater as metas e busque aperfeiçoar ainda mais os seus produtos.

Porém, como dissemos, o trabalho é extenso. Afinal, será necessário acompanhar os clientes em seu desenvolvimento, mantendo a qualidade de entrega. Mas há uma forma de lidar com isso.

Caso você já tenha clientes em sua rede de contatos e deseja mantê-los por perto, esse convite é especial para você.

Contamos com uma comunidade focada em empreendedores que buscam a cada dia se aperfeiçoar mais no ramo das vendas recorrentes, utilizando as melhores práticas de marketing e gestão.

Por meio de desafios, os participantes devem colocar o conteúdo prático em seus respectivos modelos de negócio e compartilhar experiências dentro de nossa comunidade fechada no Facebook.

Você também quer aprender como vender mais com a gente? Saiba mais sobre como participar do nosso grupo especial, clicando aquil!