Lista de emails do zero: como fazer passo a passo

lista de emails

Se você está iniciando no marketing digital, ou até mesmo se já atua a algum tempo no setor, mas não sabe como fazer e-mail marketing, este post é para você. Nele você vai aprender como criar uma lista de emails do zero, sem complicação.

Por que você deve dar importância a este assunto?

  • 92% dos internautas tem ao menos uma conta de e-mail ativa;
  • No ano de 2012, o e-mail marketing garantiu um número impressionante de ROI (retorno sobre investimento): 4000%;
  • Usuários que se cadastram em uma lista e recebem newsletter por e-mail costumam comprar 83%  a mais;
  • 35% dos empresários checam a caixa de e-mail pelo smartphone.

Continue lendo e aprenda como preparar o terreno para gerar muitos leads e construir sua primeira lista de emails.

Porque criar uma lista de emails

lista de emails

Existe um ditado no marketing digital que revela o motivo:

O dinheiro está na lista.

O Pedro Quintanilha, fundador aqui da Mentalidade Empreendedora costuma dizer que

O dinheiro está no relacionamento com a lista.

Parece clichê, uma frase aleatória, mas não tem outro caminho para o sucesso de um negócio digital a não ser com a construção de uma boa lista de leads e no desenvolvimento do relacionamento com os contatos nela.

É esta a base que permite nos comunicar com as pessoas que mostram real interesse no que fazemos. Por isso aconselhamos que você aprenda ao máximo como elaborar uma boa estratégia de captura.

Para sermos ainda mais certeiros, segue uma lista de vantagens de uma boa lista de emails:

  • Sem lista você deixa de vender mais e ganhar dinheiro;
  • Com uma lista bem construída, você consegue muito mais tráfego para seu site/blog;
  • Você divulga melhor e obtém mais visitas para os conteúdos lançados em seu blog corporativo;
  • Você interage melhor com seus seguidores, leitores e clientes;
  • Com uma boa lista de emails, suas conversões são consideravelmente maiores;
  • Você obtém mais receitas na venda de seus infoprodutos ou nos produtos de afiliados.

O objetivo de uma lista

Então, antes de definir o que vai fazer para criar uma lista de e-mails, e até mesmo antes de contratar o serviço de e-mail marketing, o correto é você que defina o objetivo da estratégia.

Veja alguns exemplos:

  • Promover seus infoprodutos ou produtos de afiliados;
  • Captar e educar leads;
  • Gerar autoridade com o conteúdo enviado por e-mail;
  • Se posicionar como autoridade no assunto;
  • Manter a audiência engajada;
  • Divulgar os artigos de seu blog;
  • Encabeçar um lançamento

Lógico que existem outros objetivos, e você também pode alinhar vários em sua estratégia de construção de uma lista. Além disso, é preciso que você entenda o conceito de funil de vendas.

O que é funil de vendas?

Sem uma compreensão clara de o que é e como funciona um funil de vendas, fica difícil implementar o e-mail marketing corretamente. Pedro Quintanilha explica bem o conceito para você:

Todos os seus esforços em marketing digital passam pelo funil de vendas. Ele é basicamente dividido em 3 partes:

  1. Topo (entrada/visitas);
  2. Meio (conversão/engajamento);
  3. Fundo (Compra).

Para um melhor entendimento, observe a imagem abaixo:

lista de emails

O topo é quando seu cliente em potencial conhece sua marca. É fase da visita, onde o usuário entra em seu site a partir de um anúncio (banner, Facebook Ads), ou pelo tráfego orgânico, que é quando os motores de busca identificam alguma palavra-chave relevante que a pessoa pesquisou em sua plataforma.

O meio do funil é quando este visitante se tornou um lead (contato qualificado), realizando um cadastro no seu site. Geralmente isso é feito quando você oferece uma oferta (isca digital) gratuitamente.

Para que ele baixe este tipo de conteúdo, precisa fornecer seus dados de contato, como nome e e-mail.

A partir daí, o relacionamento continua por e-mail – este é o principal aspecto do e-mail marketing – e você precisa levá-lo ao fundo do funil, onde ele se torna um cliente, comprando um dos seus produtos ou solicitando algum serviço que você fornece.

Elementos essenciais para criar uma lista de e-mails

Entendidos esses pontos do funil, fica claro como a lista começa a ser definida. Agora é preciso conhecer os elementos imprescindíveis para começar a criar uma lista de e-mail. São eles:

#1. Software de e-mail marketing;

#2. Oferta de conteúdo

#3. Landing Page.

Veja como executar cada um:

#1. Software de e-mail marketing

Um software ou plataforma de e-mail marketing, também conhecido como autoresponder, é a ferramenta que permitirá o envio de mensagens em massa para os assinantes de sua lista. Quando você integra o software ao seu site, blog ou na landing page, o contato dos assinantes vão para o sistema.

Uma vez armazenados, é preciso programar os e-mails que serão enviados para eles. É esta sequência que irá garantir o relacionamento pós-cadastro.

Lembra de que dissemos no início que indicaríamos o software que utilizamos aqui na empresa? Então, Trata-se do MailChimp, uma marca americana que é preferência quando o assunto é e-e-mail marketing.

O site é extremamente fácil de usar, sem contar o design e a experiência do usuário, que são prioridades da empresa.

lista de emails

Como usar o MailChimp

Todo o processo de integração do MailChimp é feito através de APIs, ou seja, de códigos específicos, também utilizados em sistemas web famosos como o Facebook e Twitter. Você precisa integrá-los a sua plataforma.

Conheça e passe a utilizar o MailChimp. Importante ressaltar que a ferramenta é toda em inglês e não tem previsão de ser traduzida para nossa língua.

#2. Oferta de conteúdo

lista de emails

Agora vou deixar que nosso editor de conteúdo, Paulo Maccedo, explique o que é oferta de conteúdo e as dar as melhores dicas para construir uma lista de emails incrível:

Seu visitante será influenciado a se tornar um lead quando você oferecer algo para ele. O mais comum é criar um conteúdo gratuito. Um grande exemplo é o e-book, produzido com tema que ajude a persona a solucionar algum problema que ela enfrenta.

Outros formatos podem ser usados nesse sentido:

  • Podcast (formato em áudio com conteúdo útil ao usuário);
  • Webinários (seminário online);
  • Whitepapers (parecido com o e-book, no entanto, mais denso e formal);
  • Infográficos (Formato que alia texto e imagem).

A ideia é produzir um conteúdo que seja rico, relevante e exclusivo, que cative o público e incentive a reciprocidade. Aqui na empresa temos um setor de produção que cuida desses conteúdos.

Mas, se você ainda não puder fazer isso, o caminho indicado é contratar os serviços de um profissional freelancer ou de uma agência de produção.

É muito importante que, antes de criar sua oferta de conteúdo, você pesquise bastante para saber o que seu público-alvo busca. Não trabalhe com temas aleatórios, ou que você achou bonitinho e que parecem ser legais. Tudo deve ser voltado para os desejos e necessidades da audiência.

Algumas perguntas podem lhe ajudar a ser mais pontual na criação de sua oferta:

Propósito: Porque estou produzindo este formato?

Objetivo: Para quê estou criando esta oferta de conteúdo?

Alvo: A quem pretendo alcançar?

Relevância: Como posso fazer algo de qualidade e eu seja poderoso?

Atrativo: Como posso torná-la irresistível?

#3. Landing Page

A Landing Page, ou Página de Captura, define o terceiro elemento essencial para criar uma lista de emails. Trata-se de uma página com função exclusiva de converter visitantes em leads. É nela que a captura dos dados acontece.

Veja um exemplo de Landing Page que usamos em uma de nossas estratégias:

lista de emails

Para que a página definitivamente converta, é imprescindível que ela não tenha elementos que desviem a atenção do usuário.

A única ação que o visitante deve fazer é deixar os dados para receber a oferta. Por isso, quando for programar sua página de captura, seja o mais objetivo possível.

Seja específico na hora de criar o formulário. Geralmente, é coletado apenas o nome e o endereço de e-mail, mas se você desejar saber mais detalhes para futuras ações, pode pedir outros dados como telefone, cidade, área de atuação, etc.

Aprenda a deixar a landing page com a cara de sua empresa sem a ajuda de designers!

Fuja dos Spams

Parece óbvio dizer isso, mas é importante bater sempre nessa tecla. Se você praticar Spam, todo seu esforço será desperdiçado, e você perderá tempo, dinheiro e clientes.  Spams são mensagens de e-mails não solicitadas.

Geralmente são enviados para um grande número de pessoas, sem que elas tivessem dado permissão para recebê-las. O primeiro passo para evitar isso é jamais comprar listas de e-mails de outras pessoas.

Isso é totalmente contrário a proposta do marketing de permissão.

Dados sobre Spams:
  • 21% dos usuários que reportam e-mail como Spam, quando não sabem quem enviou. (Marketing Sherpa)
  • 43% das pessoas que recebem e-mails clicam no botão Spam baseados no nome (De:) ou e-mail de quem enviou. (MarketingSherpa)
  • Cerca de 69% dos usuários que recebem e-mails comerciais reportam Spam com base no assunto do e-mail (Coali1on,).

Então, não se renda a compra de leads, mas faça você mesmo sua captação e aprenda a criar sua lista de e-mails.

3 sacadas testadas para implementar sua estratégia de lista de emails

lista de emails

#1. Não pense em apenas vender – É muito importante que você envie mensagens não comerciais, com conteúdos que ajudem seu cliente em alguma coisa. Seus maiores esforços devem ser ajudá-lo com algo e educá-los para que venham comprar no futuro.

Por isso, não encha a caixa de e-mail de seus assinantes apenas com propagandas, promoções, ofertas e descontos. Faça mais!

Forneça informações úteis, dados relevantes sobre o mercado, dicas, enfim, crie mensagens que eles gostem de receber.

Fazendo isso, quando for necessário enviar alguma propaganda, eles estarão mais propensos a comprar.

#2. Conquiste a confiança dos leads logo no início – Apresente algo interessante logo de cara! Quando você for enviar seu primeiro e-mail para as pessoas que se tornaram leads, dê algo exclusivo a elas, mesmo que elas já tenham baixado sua isca.

Que tal deixar um conteúdo único só para assinantes? Esta e outras táticas tendem a gerar bastante credibilidade para você e para sua marca.

E não precisa ser algo mirabolante. Um simples artigo direcionado para a persona, já é suficiente para tornar o relacionamento ainda mais prazeroso.

#3. Surpreenda seus leads – Sempre que for lançar um novo conteúdo rico, como outro e-book, webinário, etc., envie o link para os contatos. Esta também é uma prática excelente para engajar e fidelizar seu público-alvo.

#4. Use a criatividade – Crie e promova alguma nova ferramenta, brinde, bônus ou qualquer coisa que possa ter valor para os assinantes. Use o mesmo conceito para oferecer descontos e promoções em alguns lançamentos.

Mais conteúdos que podem te ajudar:

Use o blog para atrair leads (de preferência o tema Épico)

lista de emails

Uma das melhores formas de começar sua lista de e-mails é tendo um blog corporativo com posts relevantes. Faça uma boa pesquisa para escolher as melhores palavras-chaves, defina suas personas, trace uma estratégia de conteúdo e mantenha seu blog sempre atualizado.

Preze pela qualidade do que é publicado, pois de nada adianta garantir um bom SEO (otimização) e não dar ao público o que ele busca.

Como complemento, prepare o “terreno” para receber os visitantes. Lembre-se que não basta encher seu site de visitas e não assegurar a conversão.

Implemente call-to-actions, gatilhos para levar o futuro cliente a landing page e bons formulários de capturas, pois assim você aumenta o repertório de possibilidades para começar sua lista de e-mails.

Não sei qual é o modelo de seu site/blog, mas aqui utilizamos o tema Épico do WordPress, pois é um dos melhores templates para conversão disponível no mercado.

Suas ferramentas, widgets e plugins facilitam muito o trabalho de construção de uma lista de e-mails. Conheça melhor o tema, e se possível, utilize em sua estratégia de marketing digital.

Clique aqui para Conhecer tema Épico WordPress!

Concluindo

Enfim, caro leitor, este foi nosso guia de como criar uma lista de e-mails. Você pode consultá-lo sempre que precisar.

Recomendo que siga as dicas que fornecemos aqui para que consiga colocar em prática o e-mail marketing em seu negócio digital.

Se restar alguma dúvida, fique a vontade para interagir nos comentários ou enviar uma mensagem. Agora te convidamos a conhecer o MailChimp e começar a gerar resultados com o email marketing.

lista de emails