Sam Walton | 5 grandes lições do criador do Wal-Mart para o seu negócio

sam walton

A rede Wal-Mart é atualmente uma das maiores empresas do mundo (a maior em faturamento, chegando a US$ 256 bilhões) e a maior na categoria dentro do mercado americano com 8% de participação, operando cerca de 4,9 mil lojas.

O que levou essa empresa ao sucesso estrondoso? O que fez com que crescesse tão rápido? Claro que não foi uma coisa só. Mas nada do que foi feito, afirmamos sem o medo de errar, teria sido possível sem a visão do seu fundador, Sam Walton.

Abaixo você confere 5 grandes lições que este líder deixou em vida para todos nós empreendedores!

Lição #1 – Valorize o seu cliente

Sam Walton disse algo que passou a ser citado por centenas de blogs e canais dedicados aos negócios ao redor do mundo. A fala em si já uma grande lição:

“Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos anotar o meu pedido. Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.

Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal. Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama quando a recebe após três semanas somente.

Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado. Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranquilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não me ver.

Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Engana-se. Sabe quem eu sou?

“Eu sou o cliente que nunca mais volta!“

Lição #2 – Alimente o hábito da economia

No artigo Mindset Empreendedor – A chave mestra para acelerar seu crescimento, Pedro Quintanilha cita “As 16 Leis de Sucesso”, levantadas por Napoleon Hill. Uma dessas leis é a economia. Contextualizando, podemos chamar isso de educação financeira, uma das regras essenciais para quem quer obter sucesso.

Sam Watson, o protagonista deste artigo tinha a economia como um dos pilares de sua filosofia de negócios. Ele dizia coisas do tipo:

Compre barato, venda barato, mantenha as prateleiras bem sortidas, trate os clientes com respeito, valorize seus colaboradores e preste muita atenção aos acertos da concorrência.

Sam Walton tinha hábitos simples, como lavar o próprio prato após as refeições. Sua filosofia para a Wal-Mart era:

Não há preço baixo na loja sem custo na empresa. Por isso, é preciso economizar cada centavo.

Lição #3 – Preze pelo conhecimento

Em qualquer lugar que encontramos um simples ponto da biografia de Sam Walton, nos deparamos com a informação de que ele dava muito valor aos estudos. E não estamos falando de estudo formal, mas do aprendizado, como um todo.

Walton era fanático por aprender e um pessoa muito curiosa. Lia tudo o que podia para aperfeiçoar o seu negócio. Era incansável. Andava sempre com um bloco de notas onde colocava todas as ideias que tinha. Se destacava como um observador nato e um ótimo ouvinte. Não desperdiçava nenhuma chance de aprendizado.

Nós, da Mentalidade Empreendedora, valorizamos muito isso, no entanto que o nosso negócio é todo baseado na palavra educação. Sabemos que sem o conhecimento ninguém vai longe. Por isso que você, empreendedor, deve se inspirar na história do criador de Sam Walton para elevar seus resultados a partir do aprendizado.

Busque métodos, leia livros, assista vídeos, participe de cursos e treinamentos, enfim, não pare no tempo e não seja apático ao aprendizado. Sem uma boa educação (mais uma vez, não nos referimos à educação formal), dificilmente você chegará longe.

#4 – Estude o mercado e a concorrência

Olha que curioso: Sam Walton já foi preso no Brasil por medir as prateleiras do Carrefour. Bem, isso é o que dizem algumas fontes como a InfoMoney. Enquanto fazia uma visita ao pais, na década de 1980, ele decidiu medir as prateleiras com uma trena.

Ele estava lá tranquilamente, medindo e anotando tudo, quando foi abordado por seguranças. Bem, a coisa poderia ter sido evitada se pelo menos ele tivesse tido uma boa conversa com o gerente antes.

Sam tinha o costume de visitar os concorrentes frequentemente para comparar o movimento de suas lojas, as vendas, e o que eles estavam oferecendo. Esta é uma excelente lição para nós, profissionais de marketing e empreendedores, que muitas vezes nos fechamos e não acompanhamos o movimento do mercado.

#5 – Seja um homem de palavra

Walton esteva sempre a traçar metas de vendas. Ele levava isso tão a sério, que disse que lançaria hula-hula em Wall-Street fantasiado de havaiana se a empresa alcançasse uma margem de lucro de 8%.

Os colaboradores do Wal-Mart achavam impossível bater esta meta, e ele também não estava tão confiante assim. Mas se eles conseguissem, valeria a humilhação. O resultado foi que a empresa alcançou a meta e ele teve que dançar. Trouxemos o vídeo para provar!

Sam morreu no dia 5 de abril de 1992. Após a morte, sua fortuna era estimada em US$ 25 bilhões.

Qual dessas 5 lições você mais gostou? Deixe um comentário!