Programa de Afiliados: Como fazer Suas Primeiras Vendas?

 

 

Está procurando uma maneira de ter um negócio rentável? Este post é para você!

Programa de Afiliados, ou Marketing de afiliados, é uma das principais vertentes do empreendedorismo digital. Trata-se de um sistema bastante eficaz para aumentar os resultados de promoção e vendas de produtos na internet.

Se você ainda não está familiarizado com o termo, fazemos questão de explicar mais um pouco: marketing de afiliados é um sistema de divulgação de um produto através de uma rede parceiros na internet. Em resumo, um produtor cria um produto e o disponibiliza para que outras pessoas possam vender.

Nesta parceria, o afiliado recebe uma comissão sempre que indica uma venda do produto. Atualmente, grande parte dos negócios digitais é baseada no programa de afiliados. O sistema é uma tendência mundial e tudo indica que ainda irá permanecer em alta por bastante tempo.

Mentalidade Empreendedora começou com Programa de Afiliados

programa-de-afiliados-mentalidade-empreendedora

Pouca gente sabe, mas antes de produzirmos nossos próprios produtos, trabalhamos com o programa de afiliados. Na verdade, uma parte de nosso rendimento ainda é focada neste sistema. Mas no início, foi exclusivamente com produtos afiliados que conseguimos fazer com que a empresa se pagasse desde o primeiro mês.

Tivemos o prazer de ser TOP Afiliados de produtos de nome no mercado. Isso mostra que não apenas ficamos na teoria de ganhar dinheiro como afiliado, mas construímos nosso negócio com base nesse programa. Por isso somos entusiastas ao afirmar: é possível construir um empreendimento de sucesso com o marketing de afiliados.

E qual o segredo para conseguir êxito neste segmento?

programa-de-afiliados-2

A resposta é: não existe segredo! Como sempre fazemos questão de destacar, empreender é uma ciência que qualquer pessoa pode aprender. Trabalhar como afiliado parte do mesmo princípio. Se você se dedicar a entender e aplicar os métodos necessários estará no caminho para obter lucro e escalar seu negócio.

Então, nossa primeira sacada para você crescer neste setor é: pense em seu trabalho de afiliado como um negócio. O equívoco de alguns aspirantes a empreendedores digitais é acreditar em mentiras e se iludir com esta coisa de ganhar dinheiro no piloto automático. Isso é possível, mas pode ser prejudicial em curto, médio e longo prazo.

Primeiro porque o sucesso só vem em sua forma plena para quem trabalha. “Quem tenta se dar bem de forma fácil, tende a viver o difícil. Mas quem está disposto a vencer desafios e praticar o difícil, viverá fácil no futuro”. Por isso trabalhe em prol de seu negócio, mesmo que ele seja baseado no programa de afiliados.

Este é um dos pilares que tratamos no Programa de Treinamento Acelerador Digital, que ensina, entre outras coisas, a projetar negócios com base no marketing de afiliação. O sonho de trabalhar em casa, ter renda extra e viver de seu negócio pode se tornar real, desde que você aprenda a praticar o certo.

Bem, já demos uma boa introdução até aqui. Agora vamos começar a destrinchar o assunto de forma mais profunda. Conheça a agora…

Os 3 tipos de afiliados: descubra qual deles você é

programa-de-afiliados-tres-tipos

#1. Afiliado de Autoridade

O primeiro tipo de afiliado é aquele que se posiciona como verdadeira autoridade em seu mercado. Ele constrói sua marca e posiciona como especialista na área de atuação. Geralmente produz muito conteúdo e elabora excelentes estratégias para gerar resultados para os produtos aos quais se afilia. Quando consegue ter credibilidade e mostrar isso para o mundo, seu trabalho tende a crescer muito.

#2. Afiliado Produtor

Esse profissional geralmente é afiliado e também afiliador. Ou seja, além de promover produtos de parceiros, cria seus próprios e gera resultados a partir do conhecimento e do relacionamento que mantém com pessoas de sua rede de contatos. Este segundo tipo pode obter grande vantagem competitiva porque já conhece os processos do mercado e sabe como escalar seu lucro.

#3. Afiliado Árbitro

O terceiro é o profissional que utiliza o programa de afiliados para gerar resultados sem aparecer. É um trabalho de backstage, ou seja, de bastidores. Não tem autoridade e status como os outros dois, mas garante o mais importante: vendas. O afiliado árbitro costuma entender bastante de ferramentas e processos, geração de tráfego, campanhas online, anúncios, etc.

Temos um caso de sucesso de dois membros de nosso grupo de Mastermind, Henrique e Richard, que atingiram um resultado surpreendente de R$ 150 mil como afiliados árbitros.

Confira a entrevista abaixo!

Dados Sobre o Mercado de Afiliados 

  • “Uma pesquisa elaborada pela Forrester Consulting para a Rakuten LinkShare indica que o setor de programa de afiliados irá movimentar mais de 4.5 bilhões de dólares até 2016″
  • “Nos mercados avançandos, o marketing de afiliados representa até 30% do investimento publicitário de um anunciante” (fonte)
  • “54% de quem empreende na web conhece pouco sobre marketing de afiliados” (fonte)
  • “Segundo o IBMAfiliados – Instituto Brasileiro de Marketing de Afiliados, cerca de 20 mil empreendedores digitais ingressam por mês no mercado nacional de marketing de afiliados” (fonte)

Os tipos de comissões praticados nos Programas de Afiliados

programa-de-afiliados-comissao

CPC (Custo por Clique) – Este tipo de comissionamento acontece toda vez que um cliente em potencial “clica” no link que conduz ao site onde o produto é vendido. Depois que o clique ocorre, uma quantia é depositada na conta do afiliado. Um exemplo disso é o Google Adsense.

CPV (Custo por Venda) – Aqui a comissão acontece depois que uma venda é feita. Por exemplo, se o afiliado coloca uma publicidade em seu site, e partir dela, uma venda ocorre, o produtor ou plataforma de gerenciamento de comissões (Hotmart, Clickbank, Eduzz…) deposita a comissão na conta do afiliado.

CPL (Custo por Lead) – Quando a propaganda feita pelo afiliado gera leads para o produtor, um valor previamente determinado é depositado na conta do afiliado. Em outras palavras, se um usuário entra na lista de contatos do afiliador, você gerou um lead para ele e receberá por isso.

CPM (Custo Por Mil Impressões) – A campanha neste tipo de afiliação é feita a cada mil impressões de banner ou anúncios de texto. Cada vez menos, este tipo de comissão vem sendo usada entre os anunciantes, pois eles têm que pagar as comissões mesmo que não ocorra uma venda.

CPA (Custo por aquisição) – Essa é a galinha dos ovos de ouro do mercado de afiliados você é pago a medida com que conquista um cliente e recebe comissões recorrentes enquanto ele permanecer pagando a plataforma ou serviço contratado. Exemplo que acontece com a LeadLovers por exemplo ao qual somos afiliados.

Existem outros tipos de comissionamentos, mas estes são os mais utilizados nesse mercado.

O que precisa para começar a ganhar dinheiro como Afiliado?

programa-de-afiliados-lucro

Agora a coisa começa a ficar ainda melhor, pois vamos expor mais sacadas para você fazer sua primeira venda como afiliado. Com base no que praticamos aqui no Mentalidade Empreendedora, aconselhamos que você trabalhe como autoridade.

Você pode se posicionar como empresa ou como profissional, ou como os dois. Lembrando que sua autoridade será construída sempre baseada em seus resultados.

Nosso amigo Conrado Adolpho cita essa coisa de trabalhar a própria imagem como um dos grandes pilares para o sucesso como empreendedor digital. Quando você consegue credibilidade como empreendedor, qualquer produto que você se afilie (guardada a devida proporção) será mais simples de vender. Portanto, mostre paras as pessoas que você tem, ou melhor, que você é autoridade.

Como é possível fazer isso? Parece óbvio, mas é tendo autoridade de verdade. Seja o melhor especialista de seu setor, obtenha o máximo de conhecimento sobre seu nicho e esteja sempre produzindo conteúdo para sua audiência.

É importante você entender que a chave para a autoridade são os seus RESULTADOS que devem ser amplamente divulgados através do seu conteúdo. Falaremos mais sobre conteúdo ainda neste post.

Escolha do Nicho que faça sentido com seu propósito de vida

programa-de-afiliados-nicho

Muita gente cresce o olho em nichos vendáveis, mas acaba se frustrando porque a área que escolha não converge com seu propósito de vida. Por exemplo, você viu que alguém ganhou centenas de milhares com o nicho de emagrecimento, mas o que você gosta mesmo é artesanato.

Escolher o primeiro, mesmo que você alcance o êxito, não lhe dará o mesmo prazer de trabalhar e gerar resultados. Por que então não escolher o segundo? Mas, deixamos claro, isso não é regra. Existem alguns afiliados que começam com outros nichos e depois migram para os que amam. No Programa de Treinamento Acelerador Digital, temos uma aula falando sobre isso.

Veja na imagem abaixo alguns mercados lucrativos na internet:

mercados-mais-lucrativos

Escolhendo Nichos no Hotmart

Bem, se você está lendo este artigo é porque já viu alguma coisa sobre ganhar dinheiro com programa de afiliados. Nesse caso, deve saber que o Hotmart é o site de afiliados mais badalado do país. Nele, é possível escolher nichos para criar produtos ou se afiliar para desenvolver negócios digitais.

A plataforma conta com um grande acervo de produções digitais, de diversos segmentos. É quase obrigatório para um afiliado conhecer o site para começar a trabalhar. São milhares de títulos capazes de fazer “qualquer um se perder”, por isso nosso conselho é que você defina seu nicho antes e depois procure produtos que estejam de acordo com a escolha.

Mas, se mesmo assim você quiser dar uma passeada por lá para definir a área de atuação de seu programa de afiliados, aqui seguem algumas dicas: Liste os assuntos que você tem mais afinidade, mesmo que não sejam seus preferidos, mas que acredita ser possível desenvolver um bom trabalho e gerar conteúdos para sua audiência. Alinhe esta lista com as informações que você já buscou.

Oferta x Procura

programa-de-afiliados-ofertas

Depois que você criou sua lista de temas é preciso iniciar uma pesquisa nos buscadores, como o Google para identificar as palavras-chaves mais relevantes que sejam mais utilizadas pelo seu público em potencial.

Algumas ferramentas como o Google AdWords Keyword Tool são eficientes nesse sentido. Ela apresenta a quantidade de buscas mensais locais e globais por termos. Verifique no Planejador qual o índice de procura pelo assunto do produto na Internet e se faça perguntas como: há demanda suficiente? Com que frequências suas principais palavras-chaves são buscadas? Há muita concorrência?

Cruzando os dados de demanda e oferta, bem como conhecendo seus concorrentes e público-alvo, ficará mais fácil analisar a viabilidade das opções que você listou, sendo ideal o nicho com alta demanda e pouca competição.

Como Construir sua Audiência para o Programa de Afiliados

programa-de-afiliados-audiencia

Ok, vamos imaginar que você já entendeu o máximo sobre o programa de afiliados para começar. Já definiu o nicho, os produtos e a concorrência, e agora está pronto para abrir o caminho para as vendas. O que precisa ser feito agora? Construir audiência.

Em outras palavras, é começar a buscar pessoas para seu raio de atuação. Você precisa escolher os canais para trabalhar, sendo os mais comuns: site, blog, redes sociais e e-mail. Para trabalhar com marketing de afiliados, o mais indicado é o blog, por ser um canal barato e de alto potencial de comunicação.

Existem blogs que são exclusivamente programados para a afiliação. Marcos Eduardo, co-fundador da Mentalidade Empreendedora é expert nesse assunto e preparou um curso obrigatório para quem deseja ganhar dinheiro com blog utilizando os programas de afiliados. O nome é bem forte e sugestivo: “Blogs que vendem”, que você pode conhecer e se cadastrar aqui!

Produzindo Conteúdo Para Crescer Audiência

Lembra que no início falamos sobre a produção de conteúdo? Então, este é um aspecto poderoso para você gerar resultados e fazer, não apenas uma, mas muitas vendas como afiliado. Conteúdo é útil para atrair usuários, otimizar seu blog, educar seus clientes em potencial, gerar autoridade, entre tantos outros benefícios.

O básico é produzir conteúdo escrito, como este, e lançá-lo de forma recorrente. Os temas devem ir ao encontro com a dor de sua persona, entregado valor para quem se interessar pelos produtos que você se afiliou. A utilização das palavras-chaves também é importante para ranquear sua plataforma nos motores de busca.

Comece criando um cronograma de publicações, escolhendo os temas e títulos que tenham a ver com o nicho escolhido. Se você não escreve bem, a ideia é terceirizar os artigos com algum redator freelancer, de preferência que saiba escrever bem para o SEO.

Outros formatos também podem ser explorados, como vídeos e áudios. Se possível, não foque em apenas um tipo de conteúdo, mas fomente sua estratégia com mais formatos. Sempre lance conteúdos novos, pois web é conteúdo e conteúdo é web.

Conteúdo Rico: Recompensa Digital

Outras formas de você engajar sua audiência e provocar a conversão em seu blog voltado para o programa de afiliados são os conteúdos ricos. Trata-se de formatos voltados para a criação de listas de e-mail, conhecidos também como recompensa digital ou isca digital. A explicação é simples:

Para o visitante obter o material precisa deixar seus dados. Esses dados vão para sua base e o visitante se torna um lead (contato qualificado). Os formatos mais utilizados para este objetivo são o e-book e whitepaper. Mas não existe regra, e você pode oferecer qualquer material que possa ser consumidor por meios digitais.

(Ensinamos mais sobre isso no Acelerador Digital)

A recompensa ou isca é o principal elemento para começar a construir sua lista de e-mails. Sem uma lista de e-mail fica quase impossível manter o trabalho com o programa de afiliados. Vamos ensinar agora como você pode construir sua lista do zero.

Tática da Criação de listas do ZERO

programa-de-afiliados-lista

Para criar uma lista de e-mails do zero, é preciso ter 3 elementos principais. São eles:

  1. A isca (acabamos de citar)
  2. Um software de e-mail marketing
  3. Uma landing page

Um software ou plataforma de e-mail marketing, também conhecido como autoresponder, é a ferramenta que permitirá o envio de mensagens em massa para os assinantes de sua lista. Quando você integra o software ao seu site, blog ou na landing page, o contato dos assinantes vão para o sistema.

Uma vez armazenados, é preciso programar os e-mails que serão enviados para eles. É esta sequência que irá garantir o relacionamento pós-cadastro. Aqui na Mentalidade Empreendedora, utilizamos o Maichimp para todas as campanhas de e-mail, inclusive a de produtos de afiliados.

Já a Landing Page, ou Página de Captura, define o terceiro elemento essencial para criar uma lista de e-mail. Trata-se de uma página com função exclusiva de converter visitantes em leads. É nela que a captura dos dados acontece.

Para que a página definitivamente converta, é imprescindível que ela não tenha elementos que desviem a atenção do usuário. A única ação que o visitante deve fazer é deixar os dados para receber a oferta. Por isso, quando for programar sua página de captura, seja o mais objetivo possível.

Se você quiser se aprofundar na construção de listas do zero, temos dois artigos completos:

Guia Completo: Como criar uma lista de e-mails

BootCamp Ijumper: 1 Ano em 2 Dias Experiência Fantástica

Relacionamento com a lista

Existe um ditado popular no meio do empreendedorismo digital que diz: o dinheiro está na lista. Nós, porém, acreditamos que o dinheiro está no relacionamento com a lista. Isso porque se você não se relacionar devidamente com as pessoas que se cadastraram em sua base, eles não passarão de “contatos mortos”.

Aqui a palavra de ordem é gerar valor. Muitos afiliados profissionais pensam apenas em vender, mas se esquecem de que existem pessoas por trás da lista, que estão em busca de algo que as complete, que as ajude com alguma dor, enfim, que lhes seja útil. Mais uma vez ressaltamos a importância de se produzir conteúdo.

Mantenha sua audiência antenada sobre os principais assuntos do nicho, forneça dicas, dê bônus, use a criatividade para engajá-los cada vez mais. Grave isso se você quiser ter sucesso com programa de afiliados: O maior ativo do empreendedor é o relacionamento com sua audiência.

Ler também: Guia passo a passo para implementar o e-mail marketing

Como Gerar Tráfego Para seu Negócio Como Afiliado

programa-de-afiliados-trafego

Para falar sobre este assunto é preciso entender primeiro que existem dois tipos de tráfego: pago e orgânico. O tráfego pago é feito por meio de compra de publicidade online ou links patrocinados. A maior fonte de visitas de alguns sites de afiliados provém deste tipo de investimento. Já o tráfego orgânico acontece de forma natural quando seu conteúdo (ele novamente) é produzido com relevância em relação as palavras-chaves.

Como conseguir visitas qualificadas através do tráfego pago?

Contratando os principais canais de compra de tráfego. São eles:

  • Google AdWords, o maior sistema de publicidade online do mundo;
  • Youtube Ads, site de vídeos mais acessado que também pertence ao Google;
  • Facebook Ads, sistema que funciona dentro da rede social mais acessada do planeta.

Conheça também mais 21 Fontes de tráfego conteúdo extra do Acelerador Digital

Como ampliar suas vendas e torná-las recorrentes?

Existem inúmeras formas de aumentar seu número de vendas e permanecer lucrando de forma contínua com o programa de afiliados. Nosso conselho é que você aprenda o máximo que puder sobre funil de vendas, bem como as táticas de internet marketing mais eficazes. Fora estas dicas, a grande sacada é dominar as técnicas de copywriting.

A maior arma de persuasão que um afiliado profissional pode ter, parte das premissas do copywriting. Trata-se de uma ciência poderosa que pode ser usada para tudo, desde a página inicial de seu site até a mensagem de sua carta de vendas. No Brasil, apesar de ainda pouco tímido, o copywriting é grande responsável por resultados no setor de programa de afiliados.

Uma dica nesse sentido, mas atrelada à compra de tráfego é otimização de anúncios com mensagens de copy. É possível sempre estar gerando mais atratividade com gatilhos mentais e manchetes arrasadoras. Um curso de alta performance que fazemos questão de recomendar aqui no blog é o CopySamurai, do Conrado Adoplho. É o material de copy mais completo do país.

Concluindo: Programa de Afiliados vale a pena?

Acreditamos que este conteúdo já responde esta pergunta, mas se ainda sim bate aquele medo e dúvida sobre investir ou não nesse tipo de empreendimento, deixamos para você uma entrevista na qual o aluno do Acelerador Digital, Rafael Piva, que deixou a profissão de engenheiro para se dedicar aos programas de afiliados.