Gestão do tempo, sua vida não é um rascunho

gestão do tempo

A gestão do tempo, é o principal gargalo dos empreendedores, como saber se está usando seu tempo da forma certa? se é com coisas realmente importantes e que agregam valor para você? Escrevi este texto para você refletir leia até o final e participe deixando seu comentário é muito importante para nós.

O tempo passa rápido demais e não nos damos conta disso, mas somos especialistas em olhar para trás e reclamar da rapidez com que tudo aconteceu. Essa sensação é comum porque, geralmente, utilizamos o tempo de forma inadequada.

Costumamos gastá-lo com atividades que nada têm a ver com nossos maiores objetivos, com nossos sonhos, com nossa missão de vida. Isso resulta na sensação de que o tempo passou rápido demais e que não aproveitamos o suficiente. Antes de continuarmos, faça uma auto-análise, pensando sobre as perguntas abaixo:

No ano que passou, quantas atividades você fez que realmente proporcionaram uma diferença em sua vida? Foram atividades que trouxeram resultados reais para sua vida pessoal e profissional? Estavam relacionadas com sua missão, com seus objetivos e com as pessoas mais importantes para você? você fez a gestão do tempo no ano que passou?

No último mês, quanto tempo foi dedicado à resolução de problemas urgentes, estressantes e que costumam a aparecer de última hora? Quantas vezes você ficou até mais tarde no escritório para concluir aquela tarefa urgente?

Na última semana, quantas vezes você  utilizou seu tempo em atividades que nada tem a ver com seus objetivos ou que não eram urgentes? Quantas vezes você jogou tempo fora em uma conversa sem sentido, uma festa que você não queria ter ido (mas seus amigos ou sua família o “empurraram”), assistindo um programa de TV ou lendo uma revista, que não agregaram valor nenhum à sua vida? Quantos e-mails de piadas, correntes mágicas de felicidade ou sites não “recomendados” você viu?

Qual foi, entre essas três perguntas, aquela que você teve mais dificuldade de se recordar de ações? Por acaso foi a primeira? Você reparou que a primeira se referia a um intervalo de um ano, o maior período de tempo de todas as perguntas? E qual foi a mais fácil? A segunda ou a terceira pergunta?

As pessoas costumam ter a sensação de que o tempo voa porque utilizam esse tempo fazendo atividades que se encaixam na segunda ou terceira perguntas e deixam as coisas que realmente gostariam de fazer de lado. Pois elas nunca são urgentes e em geral nunca são priorizadas. E, por consequência, nunca são feitas.

Einstein costumava dizer que o tempo corre a uma velocidade de sessenta minutos por hora. Nessa corrida, você tem que colocar seu carro na pista certa, naquela que irá levá-lo a seus maiores objetivos e sonhos.

Caso contrário, correrá quilômetros na estrada da vida e quando chegar ao final, descobrirá, tarde demais, que pegou a pista errada e continuará reclamando que o tempo voa, pois não viveu seu tempo com coisas importantes para você.

“A vida é curta, por isso não faça dela um rascunho, pois pode não dar tempo de passá-la a limpo”.