6 coisas para fazer e vender com um plano de recorrência

Se você tem pensado muito sobre coisas para fazer e vender na internet, usando um modelo de recorrência, você chegou ao artigo certo.

O mercado digital está em plena expansão há tempos, e não teve qualquer sinal de retração nos últimos anos.

E um dos modelos que tem conquistado o gosto dos consumidore são os planos de assinatura, que geram vendas com recorrência para o seu negócio.

Apesar de a tarefa não ser fácil, saiba que você pode fazer isso também.

Caso você tenha coisas para fazer e vender pela internet, entenda que, através do modelo recorrente, é possível aumentar as suas vendas sem a necessidade de correr atrás de novos clientes o tempo todo.

Além disso, a estratégia traz facilidade em controlar os custos para o empreendedor, já que a receita se torna previsível, resultando em um lucro maior no seu negócio.

Para termos uma ideia, os modelos de assinatura cresceram 800% entre 2014 e 2017, se mostrando uma grande tendência entre as empresas.

Um dos benefícios oferecidos é a possibilidade de se  aos mais variados segmentos.

Ao pesquisar na internet, você pode encontrar desde artigos para decoração até produtos para vestuário por planos de assinatura.

Por esse motivo é importante contar com a sua criatividade para mudar o seu próprio negócio.

Pensando em dar asas à sua imaginação para encontrar o modelo de recorrência para você, aqui nesse artigo você encontrará ótimas sugestões de coisas para fazer e vender todo mês.

Está sem ideia? Veja abaixo alguns modelos de assinatura para você se inspirar!

 

#1. Itens de decoração

Quando olhamos a ideia a primeira vista, ela não parece convidativa. Afinal, quem gostaria de receber todos os meses itens para decorar sua casa?

Buscando uma forma de justificar o consumo mensal, o pessoal da Casa Geek apostou em produtos temáticos para a venda recorrente.

Ao assinar o serviço, o cliente pode optar por produtos relacionados à séries, filmes e jogos, ilustrações criativas ou até mesmo com temática vintage, para os nostálgicos.

Dentro do pacote, o cliente recebe diferentes itens para decorar a sua casa, e entre os itens recebidos, é possível encontrar desde um porta treco até uma almofada tematizada.

A ideia de coisas para fazer e vender especialmente para fãs é trabalhar com produtos exclusivos. Esses consumidores tem alta aceitação desse tipo de produto.

Afinal, que “nerd” não gostaria de ter em seu banheiro um espelho com o formato do morcego das trevas?!

#2. Entregue produtos do dia a dia

Sabemos o quanto os produtos com alto giro de consumo tendem a funcionar bem com este modelo de negócio.

Como o consumo mensal é inevitável, nada melhor do que automatizar o processo e entregar o serviço diretamente para o cliente, mês mês, correto?

Um benefício desse mercado é que há diversas opções onde você pode se especializar, para isso, basta encontrar um produto que seja consumido todos os meses.

Com essa ideia, o Clube Café desenvolveu o seu próprio modelo de vendas recorrentes.

Para tornar uma experiência exclusiva, a companhia entrega ao seu consumidor diferentes sabores de café gourmet todos os meses.

Além disso, o assinante pode escolher entre três modelos diferentes de assinatura. Entre eles o modelo arrojado, cápsula ou clássico.

#3. Conte com uma experiência culinária diferente

Você gostaria de experimentar pratos de diferentes regiões do Brasil? Saiba que isso é possível fazer com as vendas recorrentes.

A ideia permite que todos os meses os clientes recebam, em sua residência, ingredientes de uma determinada região do país.

O modelo feito pela Caixa Colonial Club tem como objetivo entregar para o assinante alimentos de produtores locais de diversas regiões do Brasil.

Assim, os assinantes podem experimentar geléias, doces, queijos, molhos e até bebidas artesanais de uma região específica.

Outro detalhe interessante é que a ideia apoia diretamente os produtores locais, permitindo que pequenos agricultores tenham a possibilidade de enviar seus produtos para todo o Brasil.

 

#4.  Venda de artigos de futebol

Mesmo que não seja familiarizado com o esporte, não há como negar que coisas para fazer e vender com temas de futebol costumam  ter popularidade. Afinal,o nosso país é referência no futebol mundial.

E por esse motivo contamos com milhões de torcedores apaixonados por seus respectivos times do coração. Como aproveitar essa febre avassaladora?

Adaptando o estilo de negócio, podemos citar o exemplo do FuteBox. O modelo de recorrência permite que o cliente, no momento da assinatura, escolha qual o seu time favorito.

Assim, o usuário passa a receber todos os meses diferentes artigos com a temática do seu clube.

Dentro da assinatura, o cliente recebe desde bonés até camisetas personalizadas relacionadas ao seu time.

Outro ponto interessante da empresa é nas diferentes formas de assinar os planos.

Entre eles, o usuário pode optar por pacote mensal, trimestral ou semestral, sendo que o valor a ser pago é reduzido caso opte pela assinatura de maior duração.

 

#5. Ofereça receitas práticas

Por conta da correria do dia a dia, é comum recorrermos a um restaurante para fazer as nossas refeições.

O problema é que fazer isso todo dia pode se tornar um gasto excessivo no final do mês.

Para aproveitar a oportunidade, os famosos fast-foods tem vendido, com sucesso, a imagem de que são as melhores opções para uma refeição rápida e prática.

Como se não bastasse, as empresas usam imagens, à primeira vista saborosas, mas nada saudáveis, para atrair a sua audiência.

Procurando levar uma vida saudável, as pessoas enfrentam o grande desafio de se alimentar bem, mesmo com a correria do dia a dia.

Impossível? Não é o que pensa o grupo responsável pelo Home Chefs.

De acordo com a pesquisa feita pelo Ministério da Saúde em 2016, a obesidade atingiu o índice de 18,9%, enquanto que o excesso de peso chegou a 53,8% da população brasileira.

Os dados preocupantes, alinhados à falta de tempo do brasileiro, permitiram que a ideia de receitas saudáveis e rápidas fosse desenvolvida pela empresa.

Ao consultar diferentes especialistas, como nutricionistas e chefs de cozinha, a empresa juntou as informações em receitas específicas para cada situação. Sendo disponibilizado os pratos fitness, vegetarianos, sem glúten, veganos ou práticos.

O seu diferencial proporciona aos assinantes, mesmo sem experiência, preparem de duas a quatro refeições por dia em menos de 30 minutos.

E o mais importante, usando alimentos saudáveis!

Outro fator interessante é que as receitas utilizadas permitem que as pessoas economizem até R$ 500,00 por mês com alimentação, evidenciando o ótimo custo-benefício para o assinante.

#6. Busque outras coisas para fazer e vender

Um detalhe interessante a se observar é a forma de disponibilizar os produtos.

Ao oferecer diferentes planos de assinatura, a empresa conta com uma entrega exclusiva, de acordo com a preferência do consumidor.

Algum exemplo chamou a sua atenção? Veja algumas sugestões abaixo.

  • caso você seja fotógrafo ou designer, disponibilize o seu trabalho de forma recorrente para revistas, blogs e outras mídias de comunicação;
  • o modelo de consultoria tem chamado a atenção de profissionais autônomos. Diferente de um clube de assinatura onde há um contato com várias pessoas, o profissional atende de forma exclusiva os seus clientes, sendo possível se dedicar 100% ao desenvolvimento dele;

Ideias de Coisas para Fazer e vender

Adapte o seu modelo negócio

Quando pensamos em adotar o modelo de recorrência, é comum buscarmos por referências em coisas para fazer e vender, que já estejam no mercado de interesse.

Ao observar os pontos citados, você verá que o modelo é flexível. Sendo possível vender desde itens de decoração até produtos esportivos.

Caso você já venda algum produto, pense de que maneira poderia adaptar a ideia. Explore produtos que estejam relacionados ou que complementem a venda.

Se você é um instrutor e costuma dar aulas completas pela internet, procure dividir em tópicos e distribua entre as semanas.

Além disso, a economia da recorrência permite que os alunos não se sintam “afogados” com a grande quantidade de conteúdo, transformando o intervalo entre as aulas numa oportunidade de debater sobre o tema e aprofundar nas ideias.

Como mencionamos, a venda de produtos de alto giro de consumo, como alimentos e higiene, por si só são usados todos os meses, tornando a adaptação mais prática de ser feita.

Ainda assim, entendo que a mudança pode parecer difícil – e é. Mas saiba que ela é recompensadora.

Pensando nisso, sei uma forma de ajudar em sua transição, mas é preciso cumprir uma condição.

É preciso que você já seja um empreendedor e tenha feito algumas vendas.

Com o suporte dos integrantes, nossa comunidade, focada em empreendedores como você, compartilham as suas respectivas experiências para entender o que tem funcionado ou não nas vendas recorrentes.

Para certificar que todos participem, o grupo conta com desafios para que você coloque em prática o conteúdo aprendido.

Deseja aprender mais sobre o modelo e participar da comunidade com a gente? Venha conhecer o Business Hacker, um dos assunto do qual tratamos é sobre os modelos de recorrência

Saiba mais clicando aqui!