Começar o próprio negócio – 11 insights sobre geração de recursos

Redação Mentalidade Empreendedora

Redação Mentalidade Empreendedora

Artigos produzidos pela equipe de redação do Mentalidade Empreendedora.

Entre no nosso News Letter e fique por dentro dos nossos conteúdos mais recentes!

“O que está lhe impedindo nesse momento de começar o próprio negócio?” Esta foi uma pergunta que lançamos recentemente em nossa página oficial no Facebook.

O objetivo era entender o que realmente atrapalha as pessoas de tirarem suas ideias da cabeça e começar a empreender. A resposta comum dada ela maioria: fatores financeiros.

Isso mostra que além de aspectos como a mentalidade, excesso de informação e dificuldades com processos, ausência de um mentor, a falta de recursos é um fator primário determinante para que ideias de negócios não fluam.

Como superar isso? Como gerar recursos para começar o próprio negócio, principalmente na internet? Listamos aqui 11 insights sobre o assunto. Acompanhe!

Gerar recursos para começar o próprio negócio: 11 insights

começar o próprio negócio

#1. “Não é impossível”

Muitos negócios foram iniciados sem capital. Eles contaram com a criatividade, perseverança e decisão de seus criadores. Claro que isso não é uma coisa que vemos todo dia, mas se acontece, é possível.

#2. Há mais dificuldades

Com poucos recursos, as barreiras aumentam e “ocorrem mais dificuldades” para fazer a coisa funcionar. Ter dinheiro para começar torna as coisas relativamente mais fáceis, mas isso pode ser ruim em alguns casos, porque…

#3. Muito dinheiro atrapalha

Muito dinheiro pode mesmo atrapalhar? Como assim? Com pouca ou nenhuma grana, o empreendedor acaba focando em coisas que realmente são eficientes para fazer o negócio caminhar, dando lugar à criatividade e evitando esforços e investimentos desnecessários.

#4. Mais tempo e mais esforço

Começar do zero ou com poucos recursos exige tempo e mais esforço. Se você decidir começar dessa forma, terá que se dispor de perseverança e desejo ardente para fazer acontecer. Pode demorar meses, ou anos.

#5. Investidores

A opção mais clássica é buscar investidores. Esta tática é muito usada em Startups, onde os membros da empresa embrionária buscam pessoas que estão abertas a “ceder” dinheiro para o negócio engrenar. Este é um caminho mais duro de começar o próprio negócio, afinal, a ideia precisa ser de fato inovadora.

#6. Bootstrapping

Quem faz bootstrap usa os seus próprios recursos, geralmente escassos e limitados, para começar o próprio negócio. Isso se tornou comum nas últimas décadas, com empresas começando na garagem de casa ou no próprio quarto. A internet é o mercado com grande potencial para esse tipo de iniciativa!

#7. Crowdfunding

O crowdfunding, financiamento coletivo, é a obtenção de capital para iniciativas de interesse coletivo através da agregação de múltiplas fontes de financiamento. O termo é muitas vezes usado em ações na Internet com o objetivo de arrecadar dinheiro para um projeto.

#8. Venda

Ter iniciativa de venda é fundamental, independente se o produto é seu ou de outra pessoa. Você pode começar pequeno e ir aumentando os recursos de forma gradativa. Você pode se dedicar ao seu salário durante o dia e ao lucro durante à noite (saiba mais aqui). Vendas é a quarta etapa da criação de negócios tratada no Acelerador Digital.

#9. Networking

Os homens de negócios conhecem bem o poder de uma boa rede de contatos. Quando você tem facilidade em conquistar pessoas e fazer amigos, poderá sempre contar com boas parcerias. Vender o seu projeto a um amigo ou conhecido pode fazer seu negócio dar os primeiros passos.

#10. Criatividade

Lembra que falamos que a escassez de recursos pode ser importante para a inovação? Deixe sua criatividade florescer na hora de começar seu próprio negócio digital, afinal, este é um recurso interno, ou seja, você não depende de outros para desenvolvê-la. Conecte os pontos. Use seu conhecimento para criar novas formas de conseguir recursos.

#11. Estude

Parece o conselho que nossa mãe nos dá na infância: “estude para ter um bom emprego”. Nesse caso é: “estude para ter um bom negócio”. Empreendedor sem algum tipo de conhecimento não existe. Você precisa necessariamente ter um bacharelado, mas não seja um “analfabeto” (o conhecimento é um ativo que ninguém pode tirar de você).

Estes foram nossos 11 insights sobre começar o próprio negócio. Identifique quais desses pontos se encaixam melhor em sua situação e aplique em sua estratégia. O importante é não deixar a ideia na cabeça e seguir em direção ao lançamento de seu negócio na internet.

Abaixo segue o link de um podcast em que Pedro Quintanilha fala sobre o assunto:

>>>É possível empreender sem investir? Ouvir agora no Soundclound<<<

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

Beleza! Falta só mais um passo para você receber nosso News Letter, vá agora no seu email para

CONFIRMAR

Opa! Novo por aqui?

Então segue nosso Instagram para aprender mais sobre recorrência e o mercado digital.

Assine o News Letter e fique por dentro de nossos novos conteúdos semanais.

R$27.00

Livro Digital

O SEGREDO PARA NUNCA MAIS VENDER SUA HORA, CONQUISTAR LIBERDADE, SEGURANÇA E RECONHECIMENTO PELO SEU TRABALHO E SER MUITO BEM PAGO POR ISSO…

R$27.00

Livro Digital

O SEGREDO PARA NUNCA MAIS VENDER SUA HORA, CONQUISTAR LIBERDADE, SEGURANÇA E RECONHECIMENTO PELO SEU TRABALHO E SER MUITO BEM PAGO POR ISSO…

R$27.00

Livro Digital

O SEGREDO PARA NUNCA MAIS VENDER SUA HORA, CONQUISTAR LIBERDADE, SEGURANÇA E RECONHECIMENTO PELO SEU TRABALHO E SER MUITO BEM PAGO POR ISSO…