5 PRINCÍPIOS pra ROMPER O PLATÔ de 10 mil reais por mês | PodcastME T02 E28

PUBLICIDADE

5 Princípios para Romper o Platô dos 10 mil reais por mês

Quando você começa no mercado digital, o primeiro grande objetivo são os primeiros 10 mil reais de faturamento em 1 mês. Acontece que, muitas vezes, quando você alcança esse faturamento, você acaba atingindo um platô, uma barreira que te impede de ultrapassar esse faturamento.

Pra você realmente mergulhar em um ambiente de escala, poder desfrutar de mais lucros e menos stress, eu recomendo que você aplique estes 5 princípios que eu vou te passar hoje.

Desses 5 princípios, o quinto princípio é, de certa forma, contra intuitivo e pode te desafiar mais. Então eu peço que você tenha bastante atenção em cada um.

PUBLICIDADE

1 – Princípio do Tio Jeff

Escolher Aprender com os Erros dos Outros. Tenha humildade para reconhecer que você não sabe o próximo passo. Se você não tiver humildade, você vai ter problemas pra crescer.

Porque, se você soubesse o próximo passo, você já teria dado o próximo passo.

“Ah, mas eu já sei tudo o que você está falando”. Não, não sabe. Quem diz que sabe e não pratica não sabe ainda.

É aqui que entra uma história interessante com o Jeff Walker, o criador do Product Launch Formula. A Fórmula de Lançamento que o Érico Rocha licenciou para o Brasil e opera com maestria.

Eu estive 2 vezes com Jeff e esse princípio ficou muito claro nesse momento com ele.

Sempre que eu vou pra evento, eu gosto de ir pra área VIP. No VIP você seleciona o networking.

Eu estava em um jantar com vários internet marketers norte-americanos e eu tive a oportunidade de fazer uma pergunta pro Jeff.

Eu fiz a seguinte pergunta: Se você fosse dar um conselho pra você quando estava começando, qual conselho daria?”

Eu queria extrair a mentalidade dele com essa pergunta. Ele tem um negócio grande, vive no Arizona, num lugar irado, com um negócio mega lucrativo e um Lifestyle Business que eu me identifico.

E ele me respondeu: “Cara, se existisse alguém que eu desejasse ter os mesmos resultados que ele, eu compraria tudo o que essa pessoa tem pra me oferecer e eu não mediria esforços pra investir o que quer que fosse pra andar do lado dele.”

Ele não sabe disso, mas naquele dia ele fez uma matrícula de 137 mil reais, que foi o quanto eu paguei pra fazer parte do Mastermind do Érico Rocha.

Por que isso? Porque eu não medi esforços. Um dia, eu quis ter 50 mil reais pra investir nesse mastermind, e eu não tinha. Os anos se passaram e eu tinha 137 mil pra pagar à vista e me tornar membro.

Lendo, parece que é simples, que 137 mil reais é fácil. Mas não é. Pra mim foi suado, foi demorado, foi difícil, foi doído, foi com medo…

O que me marcou desse jantar com Jeff foi escutar o conselho dele e ter a humildade pra reconhecer que eu precisava de ajuda, que eu precisava de um ambiente com conselheiros que estivesse em um nível igual ou mais que o meu, pra que eu pudesse ouvir e aprender. Ter humildade pra aprender.

Uma pessoa que fez exatamente isso, também foi o Vinicius Loureiro, foi meu mentorado, hoje faz parte do meu grupo de Mastermind, o Mentalidade Master e vai contar um pouco de como foi essa trajetória no negócio dele:

Vinícius Loureiro:

“Eu já fazia lançamentos e, especificamente, a gente chegou a fazer o 6 em 7 pela primeira vez, depois de 3 anos lançando.

Foi legal, mas eu queria uma recorrência. Eu fazia lançamentos de 3 em 3 meses, consegui conquistar o 6 em 7, mas eu queria um negócio com mais previsibilidade, um crescimento contínuo, ao invés de depender de novos lançamentos que poderiam não dar o mesmo resultado ou superior.

Aí que eu encontrei com Pedro no shopping e naquele momento ele me direcionou pra algo que era mais indicado pra mim, porque meu objetivo não era fazer mais um curso. Eu precisava de alguns ajustes específicos no meu negócio.

Em um ano, a gente saiu de 247 mil pra mais de 2 milhões de reais de faturamento no ano seguinte (2019), depois de começar a ser mentorado pelo Pedro, caminhando junto com a Mentalidade Empreendedora.

Esse ano (2020) em julho, já sou “Faixa Preta” usando a terminologia do Fórmula também, ou Grão Mestre, dentro da Revolução da Recorrência.

Mas a Mentoria foi uma virada de chave no meu negócio e na minha vida e valeu muito a pena, com certeza.”

A aplicação desse princípio é muito importante pra você se desenvolver. Seja ensinável.

2 – Estabeleça uma meta ousada

Esse princípio te tira da zona de conforto e aconteceu comigo da seguinte forma:

Na virada do ano de 2014 para 2015. Eu estava no shopping e encontrei com um amigo chamado Allan Costa.

A gente estava em novembro e eu já não contava mais dezembro como um mês completo, pra ir mais, pra buscar mais. O ano acabava em novembro.

Eu tinha participado de um lançamento com o Conrado Adolfo, tava legal o resultado pra mim, mas eu não rompia com esse platô.

Até que ele chegou pra mim e falou: “Cara, quanto você acha que consegue fazer que seja um desafio? Uma meta ousada? Quanto você acha que consegue mas que vai ser muito difícil de alcançar?”

E eu falei um número pra ele. Hoje eu rio desse número, mas eu falei 50 mil reais em 1 mês. Era completamente fora da minha realidade.

Isso era novembro de 2014.

E ele falou: “ -Cara, você vai conseguir.
– Por que eu vou conseguir?
– Porque você falou. Você falou e você vai conseguir.
E eu pensei “Lá vem com esse papo de coach de novo…”

E cara, quando você fala, você verbaliza, você manda uma mensagem pro seu cérebro e ele começa a procurar caminhos pra você conseguir o que disse,

E o resultado disso foi que eu fiz não 50 mil.

Eu fiz 107 mil reais em dezembro de 2014. Foi mais do que o que eu tinha feito no meu ano inteiro.

E isso foi muito doido, porque antes de eu fazer 6 dígitos com um infoproduto digital, eu fiz 6 dígitos vendendo um programa premium que se tornou o Mentalidade Master hoje. Eu comecei do jeito inverso. Do mais caro pro mais barato.

E um outro mentorado meu que aplicou esse princípio e teve muito sucesso foi o Rodrigo Lourenço. O personal das famosas.

Na época, Rodrigo era aluno de um programa meu, o Acelerador Digital, que eu não vendo mais no Brasil. Ele está internacionalizado a partir da Colômbia.

Ele tinha 10 alunas e a meta dele era ter 100 alunas. No nicho Fitness. Pra ele era uma meta ousada.

No primeiro desafio da mentoria eu falei pra ele: Rodrigo, você precisa fazer 15 mil reais em 2 semanas. E ele conta um pouco de como foi toda essa trajetória.

Rodrigo Lourenço:

“Eu fiquei maluco. Primeiro que antes de entrar no mercado digital eu era personal trainer raiz, de academia, que trabalhava de 6 da manhã às 11 da noite. E nem trabalhando tudo isso eu não faturava nem perto de 15 mil num mês todo.

Como que eu ia fazer 15 mil reais em 2 semanas?

Eu falei pra ele “Tá maluco? Eu não faço isso em um mês, como que vou fazer em 2 semanas? Isso é fora da minha realidade.”

E o Pedro falou: “Ué, se você não quiser, tá bom. Deixa pra lá…”

Aí mexeu comigo. Não tinha a menor ideia de como fazer isso, mas vamos embora.

Traçamos um plano de ação, sem eu acreditar que era possível, com medo, e em 2 semanas faturamos mais de 15 mil reais. Isso rompeu várias barreiras em mim.

Eu estava feliz, tinha conseguido bater uma meta que não imaginava e o Pedro falou: “Beleza, muito maneiro. Parabéns! Agora você tem seu próximo desafio. Você vai fazer 50 mil em 2 meses”.

Eu achei que ele estava maluco. Eu nunca tinha imaginado fazer nada parecido com isso. Pra um personal, um salário de 5-7 mil reais em um mês trabalhando MUITO era grande já.

Era impossível fazer 50 mil reais em 2 meses na minha realidade, onde fazer 5 mil em um mês era muito bom já.

Fomos pro segundo desafio sem eu acreditar e conseguimos ultrapassar os 50 mil em 2 meses.

Aí rompeu de vez a crença do dinheiro na minha cabeça. De pensar que não tá e tudo mais.

A mentoria foi o divisor de água na minha vida, na minha carreira. Por mais que eu mesmo não acreditasse, sou a prova viva de que seguindo o plano e executando dá certo.

Hoje tenho mais de 6 mil alunas no total.

Esse é o poder de ter uma meta ousada. Você se puxa, você se estica.

Você pode ter um mentor que te puxe pra cima e te estique ou você mesmo pode ter essa mentalidade de ir pra cima.

3 – Design bonito é planilha

Isso significa que é importante que você aprenda a construir sobre o seu histórico. Não queira ficar mudando o tempo todo de tática, querer aplicar “a tática do momento, porque fulano está usando”.

A pessoa aprende a fazer um webinar, no mês seguinte já quer fazer algo novo ao invés de melhorar e masterizar o que deu certo uma vez.

Isso é um erro grave. Se você está batendo em um teto de faturamento, provavelmente você não está repetindo o suficiente a tática que funcionou, buscando alcançar o maior resultado possível com aquela única coisa.

Quando você fica fixo no palco dos outros, isso te prende em um ciclo onde você não constrói sob o próprio histórico e você está sempre zerando, sempre começando do 0 algo novo.

Não queira inovar o tempo todo.

Repete o que você já fez e já funcionou, melhora e otimiza.

Use a planilha a seu favor.

Saiba projetar seu crescimento, entendendo os custos que você tem, o custo do seu lead, o que acontece se o seu lead ficar caro, quanto você consegue vender, o que acontece se você aumentar o preço do seu produto, o lucro que você vai ter, qual é o custo em mídia, em ferramenta etc.

Pequenos detalhes é que fazem a diferença no crescimento de um negócio.

4 – Construção Consistente

É o que acontece quando você vende ZERO.

O que acontece quando você vai fazer uma ação de vendas, a ação que você realmente gosta, acredita, o que tinha tudo pra dar certo? Ajustou, testou… E a venda foi ZERO. Como reagir?

Até agora falei do Vinicius que fez milhões, Rodrigo que não acreditava em 15 mil e agora faz centenas de milhares… E quando dá errado?

No palco só mostram os casos de sucesso. Mas e quando a pessoa não vende nada? Pode contar história triste?

Pra isso, José Neto vai contar um pouco da trajetória nesse quarto princípio. Um grande caso de fracasso da mentoria:

“Eu sou médico e tem algumas coisas da minha profissão que eu não estava mais engolindo. Até um dia desses eu era concursado em um dos melhores concursos da nossa área, que é médico legista.

Apesar do salário ser bom, eu não estava mais aguentando. Aí encontrei uns vídeos sobre empreendedorismo digital, conheci o Érico Rocha, comprei o Fórmula, estudei todo, tentei criar 4 cursos e não vendi nada.

Até que me deparei com anúncio do Pedro Quintanilha segurando uma placa de 7em7. Comecei a escutar o podcast dele e falei “Esse cara sabe o que faz”.

Imediatamente depois fiz aplicação na mentoria dele, me ligaram e falaram que o Pedro ia conversar comigo.

Pedro me fez umas perguntas e me aceitou na mentoria dele. Na época, eu fiquei muito desconfiado, mas era tudo ou nada.

Ele me passou a estratégia todinha, investi, e não vendi nada. Prejuízo. Fique triste.

Lancei de novo e nada.

Aí ele me convidou pro encontro do Mentalidade Master.

“ Mas por que eu? Eu não tenho resultado, não bati meta, não consigo ajudar ninguém…
Cara, você é meu convidado.”.

Não pensei 2x, peguei minha mala e fui.

Me senti desconfortável lá. As pessoas falavam de muito dinheiro. Era um milhão, 2 milhões, mais de um milhão em um dia…

Eu sentia que ali não era o meu lugar. Todo mundo me tratou super bem, mas eu me senti um peixe fora d’água.

Até que no último dia ele falou pra mim: “Sabe por que eu te chamei aqui? Você não quer ser uma farsa. Você quer vender a verdade e isso tem a ver com meus princípios. Segundo ponto: Você precisava estar em um lugar diferente, se relacionar com pessoas diferentes. Terceiro ponto: Eu acredito em você. Alguma coisa me diz que você vai chegar. Então espero que o pessoal tenha te ajudado, que tenha te destravado alguma coisa.”

Eu fiquei uns 15 dias muito pensativo. Principalmente com isso que ele me falou.

O resultado é que eu arregacei a manga, larguei os empregos que não gostava, comecei a trabalhar madrugada a dentro e fui pra cima. Vida ou morte.
No final da mentoria fiz o 6 em 7. E foi um lançamento que quando eu abri o carrinho, ninguém comprou. Eu vi o filme se repetindo mais uma vez.

Mas tinha mais 6 dias pela frente de carrinho aberto, fui no 1 a 1 conversar com todo mundo, dando garantia, até que foi vendendo e, nos últimos minutos antes de fechar o último dia de carrinho aberto, bateu a última venda e eu não acreditei.

Até que entreguei o curso muito mais do que tinha prometido, os depoimentos dos alunos foram incríveis e tornaram o segundo lançamento uma bomba atômica.

Eu não me esforcei tanto, mas bati 330 mil reais.

Larguei o IML, tô vivendo a vida dos meus sonhos, construindo a casa dos meus sonhos, só trabalho no dia que eu quero…

Eu sinto que está só começando.

Um cara que tem resultados, já sabe o caminho. Você tem que executar o plano de alguém que já tem um resultado atrás do outro.

Como quando Pedro falou que meu jogo era do podcast. Hoje, o meu podcast Médico Empreendedor é top 10 no itunes, na área de carreiras.

O Pedro realmente não me abandonou. Se não fosse por ele, eu não estava aqui.”

O Neto retrata muito bem esse princípio da construção consistente. Ele teve tudo pra desistir. Ações sucessivas de ZERO vendas. Até no lançamento que ele já estava como mentorado, foi zero no primeiro dia. Mas ele continuou e alcançou um resultado extraordinário.

5 – Preço de gente grande

Tenha um produto que curte mil, dois mil, três mil… No mínimo 500 por ano.

Lembrando o “por ano” porque sempre falamos sobre recorrência, sobre assinatura.
O que quer dizer “preço de gente grande”?

Pensa quanto você pagou no seu carro…
Quanto você paga de aluguel…
Ou quanto custou sua casa…

Provavelmente você vai pensar:

Meu carro custou 30 / 20 / 50 / 70…
Meu aluguel é 4 / 5 / 6…
Paguei 200 / 500 na minha casa…

Por que você não pensou mil? 80 mil, 90 mil, 100 mil?

Porque mil é o preço dos adultos. É o preço de gente grande.

Você tem que ter uma oferta com o preço de gente grande. Porque você consegue ter mais fluxo de caixa, você rompe a barreira com mais facilidade.

Se você tem uma oferta de mil reais, 20 pessoas comprando você já tem 20 mil reais. 100 pessoas já é 100 mil.

“Ah, mas é mais difícil”… Você precisa aprender a gerar valor a ponto de vender com esse preço.

Normalmente, quando você joga sua barreira de preço pra baixo, tem muito mais a ver com a sua confiança do que qualquer outra coisa.

Agora eu tenho um convite pra te fazer:

Meu convite é que você conheça o meu programa de mentoria pra que possamos aplicar juntos esses 5 princípios na sua vida e no seu negócio.

Você só precisa ter o interesse de ter o meu acompanhamento e entra na página mentalidadeempreendedora.com.br/mentoria ver como funciona e, se você se interessar é só agendar a sua aplicação que eu vou ter o maior prazer de te ajudar a crescer, conquistando mais margem, recorrência e escala no seu negócio.

PUBLICIDADE