Pai rico, pai pobre: um livro que transforma mentes (por que?)

O que você espera de um livro que ensina sobre finanças?

Qual ensinamento que uma obra como Pai rico, pai pobre pode acrescentar para sua vida? Você acredita que este livro pode transformar sua mente e trazer para você a tão sonhada liberdade financeira?

Se você acredita que o livro Pai rico, pai pobre tem o poder de mudar o caminho da sua vida, você vai gostar desse artigo.

Se, ao contrário, você duvida que possa vir alguma coisa nova dessa obra e que ela é apenas mais uma entre tantas outras que abordam o tema “dinheiro”, falando apenas de planejamento financeiro, este artigo vai te surpreender (e muito!).

Isso porque nele eu vou falar sobre o que este livro trouxe para a minha vida e como passei a ver o empreendedorismo de uma forma diferente depois dessa leitura.

Vamos agora abrir uma pouco mais a sua cabeça e você verá aspectos que ainda não percebeu desse best-seller, que tem sido um livro de cabeceira das mentes mais geniais do mercado financeiro.

Continue lendo e você vai descobrir porque o best seller de Robert Kiyosaki e Sharon Lechter, escrito em 1997, continua tão atual.

E ainda mais…

Porque este livro foi o ponto de partida de diversas obras de  outros autores, como também de mestres da economia no mundo todo.

É sobre quebrar as regras

Uma personagem bastante conhecida pelos fãs de anime, a Clare de Claymore tem uma frase que vale a pena analisar:

Uma regra é apenas uma regra. Obedecê-la ou não é uma escolha. Seguir a regra ou quebrá-la é o que chamamos de liberdade.”

Se você conhece ou não a personagem, não importa. O que vale aqui é a frase dita com muita propriedade em um dos episódios da série e nos leva a pensar no quanto podemos crescer quando quebramos as regras.

Você vai me perguntar: “Mas o que tem a ver o Anime e o best-seller de Robert Kiyosaki?”

E eu vou te mostrar que tem tudo a ver.  Porque é disso que se trata o livro.

De quebrar regras.

De abalar as estruturas de quem se acha bem organizado na vida. Tanto na profissional quanto na pessoal.

E levar a pensar no que é realmente importante e nas mentiras implícitas em ensinamentos que ouvimos desde crianças.

É disso que se trata Pai rico, pai pobre. De quebrar paradigmas e mostrar caminhos possíveis, transformando mentes.

Mas como isso acontece? Eu vou explicar melhor a seguir…

Pai rico, pai pobre e a educação financeira

pai rico pai pobre

Pai rico, pai pobre é sobre educação financeira. Isso é o básico.

Aliás, grande parte dos textos que se encontram na internet analisando o livro aponta para esta temática. Pai rico, pai pobre fala sobre dinheiro.

Mas eu estou aqui para desafiar você a ver uma outra questão nesta obra. Porque eu acredito que Pai rico, pai pobre fala sobre visão.

Em resumo, o livro conta a experiência de um dos autores, Robert Kiyosaki. Em sua infância, ele recebe orientações de dois homens que têm percepções bem diferentes sobre o dinheiro.

Seu pai, um professor universitário com um ótimo currículo e título de Ph.D; e o pai do seu amigo Mike, um homem sem instrução formal que chegou a concluir apenas o ensino médio.

Esses dois homens são representados no livro como pai rico e pai pobre. O pai pobre é justamente o pai do autor. Apesar de ter conquistado uma renda consideravelmente alta, em função de bons empregos, enfrenta dificuldades financeiras constantes.

O pai rico, por sua vez, com uma visão menos conservadora e engessada do dinheiro, chegou a ser o homem mais rico do Havaí.

O confronto, no livro, ocorre a partir da quebra de paradigmas.

E é por isso que eu falo que o livro fala mais sobre visão do que sobre educação financeira. Não é sobre a forma de lidar com o dinheiro, mas sobre a forma de enxergar o dinheiro.

Isso fica bem claro em um dos diálogos retratados no livro, mais precisamente na página 108.

Nele o personagem fala sobre a compra de uma casa caindo aos pedaços, mas que rendeu um bom lucro ao comprador. Tudo a partir da visão do comprador que viu, na casa desabando, a oportunidade de fazer dinheiro.

O texto diz exatamente assim:

“O que ele viu e nós não vimos, foi que junto com a casa, a compra envolvia mais quatro lotes de terreno vazio.”

Portanto, não se trata somente de dinheiro, mas de saber enxergar mais que o aparentemente óbvio em tudo o que aparece em nosso caminho. A sacada é reconhecer as oportunidades.

Que, sem dúvida, não aparecem aos olhos de toda mundo. Poucos despertam essa visão. Mas é possível que qualquer um consiga despertá-la.

Por que Pai rico, pai pobre pode transformar vidas

Lá no início deste artigo eu disse a você que o livro Pai rico, pai pobre transformou a minha vida.

E eu penso que parte justamente daí…

Da ideia de que eu posso ver tudo sob uma nova perspectiva.

Essa foi a chave da minha transformação.

A partir da leitura, eu percebi que poderia ir bem mais além neste mercado digital se saísse do lugar comum.

Se pudesse compreender que o conceito de que a conquista apenas de títulos e diplomas deixa a desejar para a aquisição de conhecimento prático.

Na minha opinião, essa é uma moeda poderoso nos tempos atuais.

Eu comecei a entender que o sistema educacional tradicional não havia me preparado para enfrentar os desafios reais. E, num paradoxo, os desafios reais do mundo digital.

“De repente”, era nesse mundo que estávamos vivendo. E era para ele que eu deveria estar preparado.

E, neste grande mercado em que se transformou a internet, eu deveria ir mais fundo para ampliar as minhas possibilidades e obter bons resultados em vendas digitais.

Finalmente eu percebi que o best seller Pai rico, pai pobre se tornou o livro de cabeceira de tantos mentores de negócios e autoridades do mercado, porque ele realmente mostra um novo caminho.

Ensina a quebrar regras, como a personagem Clare de Claymore. E a sair da zona de conforto para a selva digital, até com um certo receio, mas sobretudo, com determinação.

Coisa de empreendedor mesmo.

E você? Se sentiu impactado pelo Pai rico, pai pobre?

Assim como eu, resolveu jogar o medo para escanteio e encarar o mundo das vendas digitais?

Se você quer entender mais sobre este universo, eu te convido a ler o artigo: “9 livros sobre vendas que você precisa incluir em sua biblioteca de negócios”.

Nele, eu apresento para você alguns autores renomados que são referência para empreendedores de sucesso.

➥ Quero saber quais são os 9 livros mais importantes sobre vendas