Como Começar um Negócio de Assinatura Online

PUBLICIDADE

Como criar um NEGÓCIO DE ASSINATURA | Duvidas e Curiosidades

A assinatura é pra todo mundo, mas não é pra qualquer um. 

O que isso quer dizer? 

PUBLICIDADE

Todas as pessoas podem criar um programa de assinatura. Da mesma forma que todas as pessoas podem escolher empreender ou podem escolher seguir qualquer profissão. 

Porém, essa escolha exige que você desenvolva habilidades, exige que você realmente queira, mas não só falando “eu quero. Porque muitas pessoas dizem que querem algo, mas na realidade não se compromete com a execução, não paga o preço. Isso mostra que a pessoa não quer de fato. 

Então tendo isso alinhado, todos podem criar um programa de assinatura. 

Eu gosto de falar que, quem começa com um programa de assinatura, começa certo. 

E não se sinta afrontado, pensando “tá falando que eu comecei errado?”. Quando eu falo isso, quero dizer que, se eu pudesse voltar atrás e começar com um programa de assinatura, eu faria. 

O modelo de assinatura é um modelo acessível, prático e pode ser mais simples pra começar o seu negócio. É uma porta de entrada, também. 

Como começar no mercado digital do absoluto 0 com um programa de assinatura:

Muitas pessoas pensam que a assinatura é uma segunda opção. Mas não é. 

Você não precisa começar uma assinatura depois de já ter um curso online, depois de ter muitos clientes e tudo mais. 

Você pode começar sua assinatura com objetivo de ter 10 membros, depois 50, depois 100, depois 1000, e assim por diante. É um processo. 

A assinatura é algo que é fácil pra começar e te dá uma perspectiva de construção de um negócio de longo prazo. De ter consistência e crescer. Não é só “umas vendinhas online”. 

Tem como ter um curso online e recorrente? 

Em um curso normal, o relacionamento acaba na venda. Você vendeu, a pessoa te pagou, você entregou o curso e acabou. 

Não existe uma preocupação do cliente aplicar o que você ensina, do cliente avançar e ter resultados. 

Isso faz com que o seus alunos performem muito mais, tenha mais resultados e continue com você por muito mais tempo do que, simplesmente, “comprou, sumiu.”. 

Pra isso, você trabalha 3 princípios: Atrair, vender e manter. 

O terceiro princípio é a chave da lucratividade. É o principal aspecto de recorrência. Porque quando você mantém seu cliente, ele continua te comprando, você continua gerando valor e ajudando seu cliente a alcançar os resultados que deseja. 

Aí você pode pensar: “Ah, mas meu curso resolve todos os problemas do meu cliente, não tem como eu fazer uma assinatura e etc etc etc” 

Preste atenção: Não resolve. Todas as pessoas tem problemas e quando você ajuda a resolver um, surgem outros e a caminhada é infinita. Cabe a você identificar esses problemas e saber servir seu cliente. 

Como ter uma assinatura sem ter conteúdo: 

Tem diversas possibilidades de você criar um programa de assinatura. 

Umas delas é que você não precisa ser o especialista. Você pode conhecer uma pessoa que detém o conhecimento. 

Existem muitos especialistas que não tem o conhecimento técnico e estratégico no aspecto da criação de um programa de assinatura online, então você pode se especializar nessa área, desenvolver habilidades no marketing digital, conhecimento de negócios e tudo mais e ir até as pessoas que tem autoridade, que são referências em uma área, mas não sabem como potencializar isso e levar esse conhecimento pra mais pessoas através do marketing digital. É aí que você entra. 

Tipos de especialistas no mercado: 

Eu gosto do conceito do Brendon Burchard, escritor do livro “Mensageiro Milionário” que ele define em 3 tipos: 

O expert em pesquisa: 

É a pessoa que tem acesso ao conhecimento, às pessoas, e faz um trabalho de curadoria. Ele leva o conhecimento às pessoas que precisam. 

Um exemplo é o funcionamento da plataforma do MeuSucesso.com, que o Sandro Magaldi era o entrevistador. Ele entrevistava grandes empresários e tem a competência de extrair do entrevistado os insights. 

O modelo de comportamento: 

É a pessoa que faz. Eu vou te ensinar como criar um programa de assinatura baseado em como eu faço, como eu crio programas de assinatura, meus e dos meus clientes. 

Os exemplos, conhecimentos passados são baseados na experiência do que fiz e continuo fazendo. 

Expert em resultado: 

Alguém que fez e agora mostra como fez. Como a pessoa que emagreceu e virou a persona transformada. Ele vai mostrar o que ele fez nesse processo. 

Como um técnico de um esporte, que não joga mais, mas ele tem o conhecimento necessário porque ele já fez aquela atividade, ele já praticou aquele esporte. Ele compartilha a experiência que já teve. 

Uma dica prática pra você começar um negócio de assinatura: 

Primeira coisa: Escolha um modelo. Não perca tempo pensando demais, aí passa 6 meses, 1 ano, e você não executou nada porque fica pensando e não escolhe e vai pro campo. 

Pague o preço pra aprender o que você quer fazer. Não fique “zanzando” e acabando não fazendo nada. 

Se você gosta, quer aprender de verdade, ande com quem faz. Compre os produtos do especialista na área que você quer se desenvolver.

Segunda coisa: Se você tem um curso online e quer transformar ele em assinatura, tem uma forma de fazer isso. 

Você precisa entender que o seu acompanhamento, o seu suporte, como você entrega o curso e como você cobra o acesso. 

O formato de entrega é meio “opcional”. Tem jeito de alterar ou não, se você não quiser. 

O seu suporte tem que ser pensado numa perspectiva de longo prazo e continuar dando suporte pra quem continua te pagando. 

Por exemplo, se você tem um curso comum, você aumenta o seu suporte na medida que você aumenta o seu número de alunos, mas você não recebe diretamente por isso. Você acaba trabalhando de graça. É justo que você receba por entregar mais suporte. 

E o acompanhamento. Você pode ter um acompanhamento como um call mensal com seus alunos, que fica leve, divertido e você entrega muito mais valor pros seus alunos. 

Um outro ponto é que você não precisa gravar tudo antes. Você não precisa, necessariamente, investir muito dinheiro na produção do curso antes de vender, como eu já vi pessoas investirem 150 mil reais pra gravar um curso que nem sabiam se as pessoas iriam querer esse curso. É um dinheiro jogado fora. O dinheiro poderia ter sido investido de uma forma mais inteligente. 

Vá crescendo aos poucos. O tempo está ao seu favor. 

Crie seu programa de assinatura: Clique Aqui e Conheça o Business Hacker

PUBLICIDADE