Quanto cobrar pelo seu programa de assinatura? | Precificação na prática | PODCASTME T02E35

PUBLICIDADE

Quanto cobrar pelo seu programa de assinatura? | Precificação na prática

Esse conteúdo é pra você que está querendo iniciar o seu programa de assinatura. 

Em uma das minhas mentorias ao vivo, que dou toda segunda-feira no meu instagram para os primeiros alunos que entram nas turmas do Revolução da Recorrência, recebi uma pergunta sobre precificação. 

PUBLICIDADE

Você tem a possibilidade de cobrar mais barato na sua assinatura. Com isso, você vai ganhar na escala. Vai ser mais fácil você ter um volume maior de pessoas com um mais baixo e, depois, você vai subindo o preço; 

A outra forma é cobrando mais caro. 

Qual desses modelos você deve escolher? O que você deve olhar pra cobrar mais caro ou mais barato no seu produto? 

Quando cobrar mais barato:

Pra você cobrar mais barato e ter resultado é importante que você tenha audiência. 

Como uma influencer, alguém que já produz conteúdo, etc.

Por exemplo, em uma das minhas consultorias, eu tenho um cliente que vai fazer essa estratégia cobrando mais barato. 

Ele tem uma audiência muito grande. Mais de 6 milhões de seguidores. 

Com essa audiência é muito mais fácil ter uma escala muito grande logo no início. 

Cobrando mais barato, até 100 reais por mês, você abaixa a barreira de entrada e tem mais assinantes no seu programa. Porque a pessoa que paga mais barato não demora muito pra tomar uma decisão. 

Depois, você fideliza esses primeiros assinantes subindo o seu preço pros próximos. 

Por exemplo, o seu primeiro preço foi 29,90. Depois você aumenta pra 39,90 e assim por diante.

Depois disso, você vende um produto mais caro pra essas pessoas que entraram no produto mais barato. 

É muito mais fácil você vender um produto mais caro pra quem já comprou de você antes. 

É muito mais fácil você fazer com que uma pessoa que já é seu cliente compre um outro produto, do que uma pessoa que nunca comprou de você faça a primeira compra. 

Então em resumo a estratégia é essa: Muita gente com preço baixo, você vai aumentando o preço, fidelizando quem tomou a decisão antes de entrar no seu programa, e depois vende um produto mais premium pra quem já é seu cliente. 

Quando vender mais caro:

Dentro do mercado de infoprodutos, onde você vende informação, conhecimento etc. Você pode pegar esse conhecimento, empacotar e vender em aulas gravadas como um curso ou você pode pegar esse conhecimento, metodologia, informação, e entregar de uma forma mais premium, mais personalizada. 

Você faz parte da entrega desse programa, ao vivo. 

Esse formato é comumente chamado de mentoria dentro do nosso mercado. 

Então, como as pessoas tem acesso direto à você e a sua hora vale, você pode cobrar mais caro. Mil reais pra cima por ano. 

Nesse formato tem uma chave. É a chave das histórias. 

Os seus primeiros assinantes não existem pra te dar dinheiro. Eles podem te dar dinheiro. 

A chave é que você vai ter pessoas altamente comprometidas com aquilo que você tem a entregar, porque elas vão estar investindo uma grana. 

Mas ai talvez você se pergunte: “ Será que alguém vai me pagar mais de mil reais pelo o que eu sei?”. 

Depende de alguns fatores, como a sua proposta de transformação, dos resultados que você traz e tudo mais. 

Mas grave uma coisa: As pessoas não compram conteúdo, elas compram clareza, direção, curadoria, conveniência… O conhecimento que você entrega é a ponte pra pessoa resolver o problema dela. 

A partir desse aspecto, de cobrar mais caro por um acesso maior, você vai ter mais histórias de transformação. Porque quanto mais próximo, mais fácil é pro seu cliente atingir os resultados que você propõe, quanto mais fácil é pro seu cliente você tem mais depoimentos você tem, quanto mais depoimentos você tem, mais provas que a sua metodologia, conhecimento ou habilidade funciona, com mais provas você tem mais vendas e mais pessoas transformadas pelo o que você oferece. 

Por mais contraintuitivo que possa parecer, você consegue achar poucos certos que aceitem pagar mais caro pra ter mais acesso e suporte de você. 

É isso! 

Se você quer se aprofundar nisso, toda quinta feira às 17h eu dou aula ao vivo no youtube, é de graça, você só precisa se cadastrar pra ser avisado e estar presente! Clique aqui para acessar as aulas ao vivo

PUBLICIDADE