Trabalho Remoto: Como Cuidar da sua Empresa Remotamente

PUBLICIDADE

Trabalho Remoto: Como Cuidar da sua Empresa Remotamente

Trabalhar remoto não é, necessariamente, trabalhar de casa. Em tempos de quarentena, é a única opção, mas trabalhar remoto é trabalhar de onde você se sente mais produtivo. Então pode ser de um coworking, viajando o mundo, na praia (Não recomendo porque o sol atrapalha a visão da tela do computador e a areia pode estragar o teclado, quando bate o vento. Me pergunte como eu sei disso…), de um café, qualquer lugar que você se sinta bem e produtivo. 

Existem alguns pontos que são importantes quando pensar no trabalho remoto. 

A primeira coisa que precisamos ter atenção nesse ponto, é entender o seguinte: No trabalho remoto, temos alguns graus de importância. 

PUBLICIDADE

É muito comum alguém que queira começar a entender o trabalho remoto, é achar que a chave são as ferramentas. 

Pra mim, o grau de importância no trabalho remoto é o seguinte: 

1 – As pessoas com quem você trabalha

Se você trabalha com pessoas ruins, não importa se você está remoto ou está no escritório físico. Mesmo estando num escritório, quando você virar as costas, a pessoa vai estar lá roletando o instagram, vendo vídeo aleatório no YouTube.

2 – Cultura

É importante que você tenha os valores claros, fortalecidos e presentes. Como conteúdo complementar, tenho uma web-série no meu canal do YouTube, se você tiver interesse em se aprofundar mais é só Clicar Aqui

3 – Processos

O processo que usamos é a metodologia de gestão ágil, Scrum. Dentro desse processo existe um negócio chamado Sprint, que é um ciclo. Esse ciclo é recomendado que seja de 15 dias, onde você abre e fecha, porém, na nossa realidade do mercado digital, como tudo é muito rápido e dinâmico, optamos por reduzir pra uma semana. 

Basicamente, nós abrimos a semana e listamos tudo que tem que ser executado durante aquele período, e fechamos no final revisando o que foi bom, o que foi ruim e o que precisa melhorar.

Dentro dessa metodologia tem 3 papéis que são fundamentais: 

P.O – É o Product Owner, o dono do projeto. É a pessoa que vai estar trazendo as tarefas pro time, em contato com o mercado e identificando essas novas coisas que vão ser implementadas. 

Scrum Master – É o cara que facilita o caminho pro time. A pessoa que protege o time a executar as tarefas que o P.O traz pra mesa. Descobrir e implementar processos e ferramentas que aceleram e facilitam a execução e entrega das tarefas e estar em contato direto com o time pra saber se está faltando algo pra executar as tarefas, alguém com alguma tarefa que não esteja clara etc, pra entregar tudo pronto no final da Sprint. 

Time – Executar as tarefas 

Essas posições dão muita autonomia pro time funcionar de uma maneira mais responsável, com iniciativa de cada pessoa, ao invés de ter um chefe que “empurra” tarefas que tem que ser realizadas que, com o tempo, só vai minando a confiança do time, porque o funcionário se vê obrigado a executar uma quantidade de tarefa que são mais do que o possível, ou ele executa de uma forma precária, entregando de qualquer jeito, e o resultado esperado não vêm. 

Nesse aspecto, é importante você ter em mente que, às vezes, acontece uma coisa que é ter uma tarefa que seja maior que você consiga realizar. 

Por exemplo: O objetivo é ir pra lua. 

Pra você ir pra lua, você precisa construir um foguete e ir pra lua. 

Mas, na prática, não é assim. Você precisa de várias outras coisas. Você precisa saber construir o foguete, que já é uma etapa muito grande, saber a rota, montar a estrutura necessária etc. 

A chave disso é você quebrar em etapas. 

Então, o cara fala assim: Ah, eu quero fazer 100 mil online recorrente. 

Legal. Como você faz isso?

Se você vender um produto de 1000 reais pra 100 pessoas, você faz 100 mil reais. 

Se você vender um produto de 100 reais pra 1000 pessoas, você também faz 100 mil reais.

Se você vender um produto de 10 mil reais para 10 pessoas , você também faz 100 mil reais. 

Então, existem várias formas de você fazer 100 mil reais. 

O que é importante aqui? A estratégia usada pra você chegar nesse objetivo em cada uma dessas formas, é diferente. E esse objetivo, é um objetivo macro. 

Porque, é fácil falar “Vende 100 produtos de mil reais!”. 

Agora, o que você precisa fazer pra vender esses 100 produtos de mil reais? É aí que está a chave: Onde você pega o foguete na lua e quebra em etapas. 

Como é isso na prática: Você tem um objetivo principal – Fazer 100 mil recorrente. 

Depois, você tem a meta – Vender 100 produtos de 1000 reais. 

Em cima da meta você precisa da estratégia. Qual é a estratégia que você vai utilizar que vai fazer com que você cumpra a meta e chegue no objetivo? 

Depois de desenhar a estratégia, você tem as rotinas. 

O que é importante aqui: É muito evidente quando as metas não estão claras e o seu time fica com um sentimento de não saber pra onde está indo etc. Então, quando você tem metas e objetivos claros e bem definidos, você tem uma chave para produzir mais e crescer. 

Por exemplo: Sua meta é faturar 100 mil reais pela estratégia do webinar. (Nesse post do meu instagram tem o desenho de todo passo a passo da tática, é só clicar aqui

Legal, agora você precisa transformar tudo isso em tarefa. Você tem que saber quais são as peças que vai precisar para montar o seu foguete. 

Você tem que ter a data que as páginas vão pro ar; quais são as páginas e quem vai criar as páginas ; fazer os anúncios para capturar os leads ; para ter a campanha você precisa criar os criativos de anúncio ; para criar os criativos de anúncio você precisa agendar a gravação ; antes de agendar a gravação, você precisa do script de cada vídeo pra poder gravar…

Então você vai micro-tarefando o objetivo até tornar fácil o processo e a percepção da evolução. 

4 – Ferramentas

Algumas ferramentas que usamos com o nosso time: 

Comunicação: Slack. É como se fosse o nosso “escritório” só que virtual. 

Organização de tarefas: Trello. 

Compartilhamento de arquivos: G-suite e Dropbox. 

Agenda: Google Calendar. No celular eu já posso ver todos as reuniões, agendamentos de mentorias, calendário de conteúdo etc.

Videoconferência: Zoom. Traz a possibilidade de ter uma videoconferência com menos latência. Usamos pra dar mentoria, dar aula na comunidade do Business Hacker, reunião com a equipe e etc.

Planejamento geral: Mindmeister. Eu me habituei a fazer minhas anotações, planejamentos, aulas e tudo mais por mapas mentais. A estrutura, basicamente é um tema central que puxa tópicos e subtópicos a partir do tema central. 

Detalhes importantes: 

Comunicação

No trabalho remoto, usamos 2 tipos de comunicação: Síncrona e assíncrona.

A comunicação síncrona é a comunicação imediata. Eu falo, você ouve e responde e acontece a interação. A assíncrona é o e-mail ou a mensagem. Existe um tempo indeterminado entre você enviar, o remetente ler e responder. 

O problema é confundir esses 2 tipos de comunicação no trabalho remoto. Então você manda uma mensagem pro seu funcionário pelo WhatsApp esperando que ele responda na hora. E isso não acontece.

Aí sua cabeça começa a pensar “Ele não ta trabalhando, ele não ta fazendo nada…” e coisas desse tipo. Quando, na verdade, ele poderia simplesmente estar focado em uma tarefa com o celular no mudo pra não ser interrompido. 

Você começa a criar histórias que prejudica a relação de trabalho, baseado na sua confusão e expectativa de ter uma resposta de um jeito por uma ferramenta, como se fosse uma ligação por videoconferência. 

Então você precisa ter clareza na comunicação e ter tudo muito bem alinhado como o seu time. 

Rotina

Crie uma rotina na sua casa que ative um “modo trabalho”. Normalmente, você tem uma rotina até ir pro trabalho de fato. Por exemplo: Acordar, tomar banho, comer, ler, trocar de roupa e ir pro trabalho. 

No trabalho remoto, é muito fácil você cair numa zona de “Ah, vou dormir até mais tarde, porque, afinal, eu estou em casa, então não vou pegar trânsito. Então eu vou acordar e ir direto pro computador com a cara amassada mesmo.”

Isso é ruim porque te joga pra baixo na produtividade. Pra você trabalhar bem e produzir bem, você precisa estar bem. Então uma rotina de tomar banho, colocar roupa, ter um ambiente físico específico, pode ser um escritório de fato, se você tiver um, ou em uma casa menor, simplesmente um canto que você usa pra trabalhar. 

Além disso, o alinhamento com as pessoas que você mora, sua esposa, marido, mãe ou filhos, esclarecendo que você está em casa, mas está trabalhando, tem um horário definido, não pode ser interrompido etc. 

Com essas dicas você consegue aumentar sua produtividade e ter um processo bem definido que aumente a produção e entrega do seu time e você consiga performar bem de qualquer lugar. 

>>> Conheça o Business Hacker <<<

PUBLICIDADE