Como criar pagamento recorrente Paypal (Passo a passo)

O uso do modelo de recorrência está sendo cada vez mais adotado por empresas de diversos setores.

Serviços de streaming e clubes de assinatura com pagamento recorrente mensal surgem praticamente todos os dias na internet, promovendo diversas soluções para todos os públicos.

Os pagamentos desses serviços e clubes de assinatura são feitos geralmente de duas maneiras: por boleto bancário ou cobrança no cartão de crédito.

Porém, também há alguns sistemas de pagamento recorrente que estão se popularizando no mercado. O pagseguro, por exemplo, é um dos mais populares no Brasil.

Agora, você sabia que o Paypal também pode ser usado para criar esse tipo de pagamento?

Bom, se ainda não conhecia essa possibilidade, continue lendo este conteúdo.

Pois você vai aprender agora como criar pagamento recorrente Paypal.

Então mantenha a sua atenção nessa página, e confira!

O que é, como funciona e como é possível fazer um pagamento recorrente Paypal

O sistema para pagamento recorrente do Paypal é um meio que sistematiza e facilita a cobrança de valores pela aquisição de um produto ou serviço.

É muito útil, principalmente, para aquelas cobranças regulares, ou seja, que acontecem seguindo uma periodicidade.

É exatamente o que acontece no modelo de negócios de venda recorrente com pagamentos mensais, semestrais ou mesmo anuais de serviços, como o Netflix e mesmo softwares SaaS — que é comercializado com um serviço pela internet.

E para pagamentos recorrentes neste modelo, é possível utilizar-se de dois processos:

  • Através da Assinatura do Website Payments Standard;
  • Pelo Paypal Express Checkout.

Sabendo disso, vamos ver agora como esses dois processos funcionam.

E logo em seguida, vamos ver um passo a passo para criar um pagamento recorrente Paypal na prática.

Pagamento recorrente Paypal por Assinatura

Esse é o modo mais simples de se criar pagamento recorrente no Paypal, motivo que a faz ser a preferida de quem está começando a trabalhar com esse meio de pagamento.

O empreendedor só precisa usar o botão “Assinatura” presente no Website Payments Standard. Só isso já permite os pagamentos que acontecem com regularidade.

Agora, esse modelo exige que o empreendedor crie uma espécie de perfil para cada produto ou serviço. Esse perfil é necessário para adicionar o botão de assinatura na página do item comercializado.

Um perfil desse tipo, para ser criado, requer o uso de um API de pagamentos recorrentes. Esse API é uma linguagem de programação que permite o gerenciamento deste perfil com mais facilidade para o empreendedor.

Uma das vantagens desse API é a mudança de dados sobre o produto ou serviço quando necessário.

Paypal Express Checkout

A modalidade de pagamentos por Paypal Express Checkout permite a combinação de pagamentos recorrentes com não-recorrentes.

Nesta modalidade, diferente dos pagamentos por Assinatura, o cliente que fará o pagamento é redirecionado para uma aplicação API (mais a frente nos aprofundaremos um pouco mais nisso), onde é criado um perfil para o quem está fazendo a compra.

É diferente da Assinatura, onde é o empreendedor que cria um perfil para o produto ou serviço disponível para a compra.

O processo em geral é mais próximo ao de uma compra comum pela internet, onde o comprador se envolve mais na página de compra. Simultaneamente neste modelo, a empresa consegue estabelecer formas mais complexas de cobrança.

Agora que você conheceu esses dois modelos de pagamentos, aprenda como criar um pagamento recorrente Paypal na prática.

Continue lendo para aprender esse passo a passo e ter mais um modelo de pagamento para seus negócios digitais.

Criando um pagamento recorrente para o Paypal

pagamento recorrente paypal

Ao se criar um pagamento, seja ele de recorrência ou não para Paypal, geralmente é bom atender pelo menos um de dois requisitos.

Você precisa ter a ajuda de alguém craque em programação para adicionar um ou mais formas de pagamento em seu blog ou ecommerce.

Ou ser você mesmo a pessoa “fera” em programação para que você possa entender exatamente como criar e adicionar essas formas de pagamento em suas páginas.

Não atende nenhum desses dois requisitos?

Sem problemas, aprenda aqui, sem mistérios, como criar um pagamento recorrente de assinatura simples, o Standard.

Como você já sabe, é preciso o uso de um API para a criação de pagamentos recorrentes no Paypal.

Mas o que é API?

Se você não sabe o que é API, trata-se da siglas em inglês para “Application Programming Interface”. No português, traduzido livremente, seria “Interface de Programação de Aplicativos”.

Uma API usa um conjunto de padrões e rotinas de programação para que um aplicativo de software ou plataforma digital, baseado na Web, possa ser acessado.

Usando os recursos de uma API, é possível integrar em sua plataforma digital diversas funções oferecidas por outras plataformas ou sites que oferecem seus serviços.

Sabe quando você entra no site de um hotel para fazer uma reserva de quarto, e “dentro” dele você pode ver um mapa de localização do Google? Então, isso é possível porque o Google Maps funciona como uma API, e pode ser integrado em sites de terceiros.

E é através da API oferecida pela empresa que você irá criar um pagamento recorrente Paypal.

E o que eu devo configurar na API do Paypal no meu site?

Uma vez que este recurso estiver presente no seu site ou plataforma, basta preencher campos de programação para criar esse pagamento.

Esse preenchimento deve constar das seguintes informações:

  • A recorrência do pagamento da assinatura;
  • Período de pagamento;
  • Período regular;
  • Valores, ou seja, o preço pago pelo produto ou serviço em questão;
  • Taxas, como o frete por exemplo (vale destacar que só devem ser preenchido taxas quando elas existirem).

Com base nisso, vamos ilustrar a criação de um pagamento recorrente Paypal para melhor entendimento.

Vamos assumir a situação seguinte:

Um cliente realiza a compra de uma assinatura por 2 anos de um serviço de barbearia, onde poderá fazer até 15 cortes de cabelo por ano. O valor pago é de R$ 97 a cada 3 meses. O que gera um ciclo de pagamento a cada 4 meses.

Com esses dados, no preenchimento de perfil da Assinatura simples, Standard, ficaria assim.

  • BILLING PERIOD = Month (Mês)
  • BILLING FREQUENCY = 3
  • AMT = 97.00
  • TOTAL BILLING CYCLES = 4

Se você não domina o inglês, ou tem alguma dificuldade com o idioma, confira abaixo o significado destes termos.

  • BILLING PERIOD – É a periodicidade que o perfil têm para indicar de quanto em quanto tempo serão feitos os pagamentos. No preenchimento, deve se colocar Day (caso o pagamento seja diário), Week (pagamento semanal) ou Year (pagamento anual).
  • BILLING FREQUENCY – Estabelece o número de períodos que formarão um ciclo de pagamento da assinatura. Como no exemplo acima, onde temos pagamentos trimestrais, o BILLING FREQUENCY é 3.
  • AMT – É o preço pago a cada ciclo de pagamento.
  • TOTAL BILLING CYCLES – Estabelece o número completo de ciclos para o pagamento da assinatura em questão. No nosso exemplo, são 4 pagamentos pois temos ciclos trimestrais no espaço de um ano.

Viu como é simples criar um pagamento recorrente Paypal?

Agora é só colocar em prática  e adicionar mais essa forma de pagamento em seus negócios digitais.

Agora, você também pode usar outros meios como o pagamento recorrente pelo Pagseguro.

O Pagseguro é uma plataforma de pagamento muito popular entre os consumidores online no Brasil, e com ele você também pode usar sistema de pagamento recorrente.

Não sabe como fazer?

Ok, então clique no link abaixo e confira outro artigo exclusivo mostrando o passo a passo para criar pagamentos no Pagseguro.

➥ Quero aprender a criar pagamentos recorrentes no Pagseguro para meu negócio agora mesmo